Fábrica demite 300 funcionários e “agradece” a Doria e ao PSDB

Carmen Steffens atribuiu demissões à quarentena em SP.

A fábrica de artigos femininos Carmen Steffens anunciou a demissão de 300 funcionários em uma faixa pendurada na unidade de Franca, no interior de São Paulo.

No comunicado, a empresa “agradece” ao governador João Doria e ao PSDB pela dispensas. Aqui nesse estabelecimento o governador João Doria e o PSDB desempregaram 300 pais de família – diz a faixa.

Em seu Instagram, o deputado federal Eduardo Bolsonaro elogiou a iniciativa da empresa. Exemplo a ser seguido por comerciantes para pressionar os governadores a abrirem os comércios – escreveu o deputado.

clique na imagem e saiba mais

Em São Paulo, João Doria optou por estender a quarentena até pelo menos o fim deste mês. O governador anunciou ainda que não irá respeitar o decreto de Jair Bolsonaro sobre a abertura de serviços considerados essenciais.

Na última decisão, o Presidente incluiu salões de beleza, barbearias e academias na lista de essenciais. No entanto, o tucano decidiu que esses estabelecimentos continuarão fechados no estado.