Falso GCM é preso enquanto tentava ministrar curso de táticas de segurança em Salto de Pirapora, SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Assim que consultaram os dados e comprovaram que eram falsos, o suposto guarda foi preso em flagrante.

Semanas atrás André de Freitas Souza esteve na sede da Guarda Civil Municipal de Salto de Pirapora, onde apresentou-se como guarda de patente alta da Guarda Civil Metropolitana da cidade de São Paulo e ofereceu curso de ações táticas que seriam ministrados por ele. Na oportunidade, André estava fardado e armado. Durante a conversa sua postura de manter a mão na arma despertou a atenção dos guardas locais, que iniciaram apuração a respeito do indivíduo.

Em contato direto com Guarda Civil Metropolitana da capital receberam a informação que André não pertencia à corporação. André, manteve contato novamente com a GCM e agendou outra visita  para hoje, 01/11. Chegando na sede da corporação, o comando da guarda o recebeu e solicitou que André apresentasse sua funcional. Ele tentou esquivar-se, momento este que recebeu voz de prisão.

Foi então conduzido para a delegacia, onde foi constatado que a arma que ele portava era um simulacro de pistola, a funcional era falsa e dentro do colete balístico que ele usava existia papelão.

O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ouviu o caso e confirmou flagrante de quatro artigos do Código Penal: estelionato (artigo 171), usurpação da função pública (artigo 328), falsificação de documentos (artigo 298) e uso de documentos falsos (artigo 304).

O falso guarda André, que mora em Sorocaba, foi levado para audiência de custódia.

+ CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS