Farmácias desmentem boato de venda de vacinas contra Covid-19

Uma das mensagens falsas diz que a Drogaria São Paulo estaria realizando agendamento para vacinar em domicílio.

Pelo menos duas redes de farmácias, que possuem filiais em Rio Preto (SP), desmentiram boatos de que estariam vendendo vacinas contra a
Covid-19. Nos últimos dias, mensagens têm circulado nos grupos de WhatsApp anunciando a venda e aplicação de doses de imunizantes nas
unidades. A informação foi divulgada pelo Diário da Região.

Uma das mensagens falsas diz que a Drogaria São Paulo estaria realizando agendamento para vacinar em domicílio. Um outro texto diz que a
Droga Raia teria 20 vagas por dia, em Rio Preto e Catanduva (SP). Os falsos anúncios alegam, também, que a dose da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, custaria R$ 225, enquanto a da Pzer seria comercializada por R$ 295.

Em nota, a Drogaria São Paulo informou que a informação é falsa e reforçou que não conta com postos de vacinação contra o coronavírus. A rede ressaltou que, no momento, conta apenas com a parceria com a prefeitura da cidade de São Paulo, onde disponibilizou 14 pontos de vacinação gratuita em farmácias em diferentes locais da capital, inicialmente para idosos entre 72 e 74 anos, seguindo o calendário do município.

Procurada, a RD-RaiaDrogasil, responsável pela Droga Raia, disse que não comercializa vacinas contra a Covid-19. “As mensagens que estão
circulando sobre a comercialização do imunizante são falsas e a empresa já está investigando o caso para tomar as medidas cabíveis”, afirmou a rede, que, assim como a Drogaria São Paulo, também rmou recentemente parceria com as prefeituras de São Paulo e de Porto Alegre para apoiar o Poder Público na vacinação, de maneira totalmente gratuita, tanto para a prefeitura quanto para as pessoas que serão vacinadas, e dentro do Programa Nacional de Imunização.

A marca lembrou, ainda, que uma ampliação da parceria para outras localidades é possível, a depender da demanda das prefeituras. Um empresário de Araras (SP), foi vítima desse tipo de fake news, e teve seu número de telefone inserido no texto. Somente nesta quarta-feira (31), ele já recebeu mais de 200 ligações, e já não aguenta mais ter de desmentir. Veja abaixo:

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT