Fiscalização encerra festa clandestina com mais de 30 pessoas no Jardim 8 de Abril em Araras, SP

Até o momento foram 277 autuações em 2021 somente referentes à pandemia Covid-19, sem contar com as autuações deste noite, que ainda serão publicadas no diário oficial.

Na noite desta quarta-feira (23), equipes da Guarda Civil Municipal Polícia Militar e Vigilância Sanitária, estavam realizando fiscalização para coibir o descumprimento de regras sanitárias da Covid-19 (Sars-CoV-2) pelo município de Araras (SP), quando receberam a denúncia de uma festa com mais de 30 pessoas pelo Jardim 8 de Abril e foram para o local.

Durante a ação, as equipes constataram que todos estavam sem máscara, e procederam com autuações de cinco pessoas, que seriam os organizadores, ou envolvidos diretamente na realização da festa.

Autuações

Até o momento foram 277 autuações em 2021 somente referentes à pandemia Covid-19, sem contar com as autuações deste noite, que ainda serão publicadas no diário oficial.

Somente neste mês de junho já foram 35 autuações, no último final de semana foram três locais autuados por aglomeração, quatro transeuntes sem máscara, um por público em pé sem máscara e aglomeração, um por falta de fechamento no horário e consumo no local, além de um comércio autuado por permitir mesas e cadeiras na calçada para consumo no local.

“Como já foi dito anteriormente, não queremos prejudicar ninguém financeiramente. Mas, infelizmente, algumas pessoas não entendem a gravidade e o perigo que estamos vivendo com essa pandemia: tem gente morrendo e internada em nossa cidade. E, nós como agentes públicos, temos que agir para promover mais segurança a nossa população. As regras existem e devem ser respeitadas”, salientou o prefeito Pedrinho Eliseu.

As autuações ocorrem de duas formas na cidade. Por meio de denúncias feitas pelos telefones 153 e 3543-1532 da Guarda Civil Municipal ou por flagrantes feitos pela ronda da GCM e da Vigilância Sanitária. As multas aplicadas são cadastradas no CPF ou CNPJ do infrator, que recebe um boleto de cobrança no endereço registrado.

No caso de não pagamento do valor cobrado, o munícipe pode ser protestado e ter o CPF negativado. Vale ressaltar que a cidade soma 16.072 casos confirmados da Covid-19, com 340 mortes. 

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT