Fiscalização na Anhanguera flagra motoristas e passageiros sem máscara e transporte irregular

Artesp e Polícia Rodoviária de Pirassununga (SP) autuaram dois veículos por transporte interestadual sem autorização nesta quinta-feira (3) e orientaram sobre cuidados na pandemia.

Uma fiscalização da Agência de Transporte do estado de São Paulo (Artesp) flagrou transporte sem autorização, motorista e passageiros sem máscaras e outras irregularidades nesta quinta-feira (3), na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Pirassununga (SP).

De acordo com informações, durante a operação, foram fiscalizados 27 veículos de transporte. Dois foram retidos por fazer transporte interestadual de passageiros sem autorização.

clique na imagem e saiba mais

Irregularidades

A viagem de uma van que saiu de Ribeirão Preto foi interrompida no meio do caminho. O veículo não tinha autorização da Artesp para fazer viagens intermunicipais. A empresa responsável foi multada. Os passageiros da van seguiram viagem em outro veículo. A van de Ribeirão voltou para a cidade vazia.

A operação com a Polícia Rodoviária Estadual aconteceu nos dois sentidos da Anhanguera. A fiscalização foi intensificada porque a flexibilização da quarentena provocou o aumento de viagens de ônibus e vans.

“Temos verificado aumento do número de ônibus interestaduais e intermunicipais, então nós também temos a necessidade de aumentar essa fiscalização para evitar qualquer tipo de problema e que as pessoas possam viajar de forma segura”, disse o 1º tenente da Polícia Rodoviária, comandante de pelotão Bruno Ribeiro.

Motoristas e passageiros sem máscara

Um ônibus que saiu da capital e ia para o Maranhão foi parado porque o motorista estava sem máscara. A empresa foi autuada por causa das condições do veículo. Foram encontradas trincas no para-brisa, a placa estava sem lacre e o para-choque solto.

Dentro do ônibus, alguns passageiros e o motorista reserva também estavam sem máscara. “O rapaz da agência [falou para usar]. Eu estava dormindo a hora que parou a fiscalização”, alegou o motorista reserva Marcos David.

“A Artesp orienta motoristas e empresas para que orientem os passageiros antes de adentrar ao veículo para que usem dentro veículo e durante todo o trajeto”, disse o superintendente de fiscalização da Artesp Reonaldo Raitz Leandro.

Nos seis primeiros meses do ano, a Artesp autuou 1.060 veículos em fiscalizações. Pessoas sem máscaras tem sido uma das principais irregularidades. As operações continuam em outras cidades do estado. (Com informações G1 São Carlos e Araraquara)