Vítima de tentativa de homicídio escondia em casa mais de 14 kg de maconha em Araras, SP

A droga estava em um dos quartos, em baixo da cama.

Na tarde desta segunda-feira (07) os policiais militares cabo Barros e soldado Carlos, estavam em patrulhamento de Força Tática pelo município de Araras (SP), quando receberam informações que pelo bairro São João, havia uma grande quantidade de drogas, na casa do homem que sofreu tentativa de homicídio na noite de domingo (06), conforme noticiado em primeira mão pela nossa reportagem.

Imadiatamente a equipe esteve no local, e após autorização para entrada no imóvel, os PMs localizaram em um dos quartos, em baixo da cama do suspeito, 16 tijolos de maconha totalizando na quantia de 14,476 kg.

clique na imagem e saiba mais

O entorpecente foi apreendido e apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde autoridade presente tomou conhecimento dos fatos, e elaborou o boletim de ocorrência de apreensão de droga. A Polícia Civil aguarda sua recuperação, para colher seu depoimento e apurar se a tentativa de assassinato tem relação com essa grande quantidade de drogas apreendida pela PM.

Sobre a tentativa de homicídio

Na noite deste domingo (06), estava tudo tranquilo na cidade de Araras (SP) até que a Polícia Militar recebeu solicitação para atendimento de uma tentativa de homicídio por disparo de arma de fogo em andamento pelo bairro Jardim São João – zona norte do município. Onde o autor teria se evadido.

De acordo com informações, um homem de 43 anos estava sozinho e ao atravessar a rua Piracicaba, foi surpreendido por uma pessoa (não identificada), que ocupava uma moto de placa não anotada, e efetuou um disparo atingindo sua coluna cervical.

Ferido, ele caiu ao solo, foi quando a dona de um estabelecimento comercial próximo do local vendo toda aquela situação, acionou a PM através do telefone de emergência 190. 

Os policiais militares cabo Kirk e cabo Murilo, ao chegarem na cena do crime já solicitaram a presença do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, que conduziu José ao Pronto Socorro do Hospital São Luiz, onde encontra-se internado em estado grave.

O caso foi registrado pelos PMs no plantão da Central de Polícia Judiciária, e será investigado pelo setor de inteligência da Polícia Civil. A motivação e autoria da tentativa de assassinato ainda é desconhecida.

Outras equipes da Polícia Militar também estiveram dando apoio nessa ocorrência, inclusive realizando patrulhamentos nas imediações. Quem tiver qualquer informação que possa levar ao autor desse crime, pode fazer denúncia de forma anônima através dos telefone: 190 da Polícia Militar, 197 da Polícia Civil ou 153 da Guarda Civil Municipal.