Franquia que ‘gourmetizou’ espetinho prevê faturar R$ 100 milhões no ano

Negócio foi criado por ex-office boy que foi trabalhar nos EUA e decidiu investir no segmento quando retornou. Hoje conta com 37 unidades em operação em seis estados.

Um carioca batalhador, de origem humilde, se tornou referência no mercado de franquias com restaurantes especializados em espetinhos. Leandro Souza prevê faturar R$ 100 milhões neste ano.

Ele nasceu no subúrbio do Rio de Janeiro. Na infância e adolescência foi entregador de jornal e office boy. Aos 19 anos, incentivado pelo amigo Bruno Gorodicht, decidiu buscar seu sonho nos Estados Unidos. “Eu trabalhei de manobrista, de segurança de boate, entreguei pizza. E assim, trabalhando, estudando, eu consegui montar uma empresa de manobrista nos Estados Unidos, e consegui realizar meu sonho, que era ser piloto de avião”, conta.

Depois de um sonho, veio outro: investir a experiência e o dinheiro acumulados em um negócio no Brasil. Quando Leandro voltou dos Estados Unidos, a ideia era abrir um restaurante mexicano, com o dinheiro que havia juntado. Mas, vendo o sucesso de um amigo que vendia espetinho em uma barraquinha de rua, ele percebeu o potencial desse produto, que é a cara do brasileiro. “A grande sacada foi realmente tirar o espetinho da rua, tirar essa coisa de ‘espetinho de gato’, e gourmetizar”, conta Leandro.

clique na imagem e saiba mais

Com investimento de R$ 300 mil, o empresário começou o negócio para vender espetinhos. Repaginou o produto e formatou para franquia. Hoje, são 37 unidades em operação em seis estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Porto Alegre, Ceará e Bahia.

No começo da empresa eram 17 sabores de espetinhos, hoje são mais de 30, inclusive de carnes exóticas como cordeiro, javali e avestruz. Tem também opções para os veganos e vegetarianos. São 150 mil espetinhos consumidos mensalmente em todas as unidades da rede.

O amigo Bruno agora é sócio na empresa. Leandro desenvolveu características importantes em sua jornada empreendedora. Teve ousadiaplanejamento e muita força de vontade. E segue realizando seus sonhos: conseguiu comprar um avião para a rede de franquias. “Consegui unir o útil ao agradável, realizar meus dois sonhos: poder visitar essas lojas, implantar as lojas pilotando nosso avião”.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2021/02/21/empreendedor-faz-sucesso-no-mercado-de-franquias-e-espera-faturar-r-100-milhoes-em-2021.ghtml

ÁGIL DPVAT