Fundação Itesp alinha ações para trabalho de transferência de embriões

Iniciativa busca alavancar a produção leiteira nos assentamentos estaduais.

Dentro das atividades do Programa Cultivando Negócios, o diretor executivo em exercício da Fundação Itesp, Marco Silva, esteve na quarta-feira (10), no Condomínio Rural Canto Porto, no município de Mogi Mirim. O objetivo da visita foi alinhar as ações desse ano do trabalho de biotecnologias de reprodução com transferência de embriões em propriedades rurais que possuem produção leiteira nos assentamentos do Estado.

Essa é uma parceria que foi iniciada no final de 2019 e rendeu bons frutos em 2020 com o trabalho com 14 produtores rurais do Pontal do Paranapanema. Foram transferidos 151 embriões e confirmadas 53 prenhezes, com taxa de concepção de 35%, acima da média mundial que é de 33%. As primeiras bezerras desse projeto começaram a nascer no mês de dezembro e o resultado foi positivo.

A apresentação das ações de 2021 dessa parceria foi feita pelo médico veterinário e sócio da CPEX, empresa ligada ao Condomínio Rural Canto Porto, Antônio Vieira. Participou também da reunião o proprietário e um dos idealizadores do projeto, Tônico Canto Porto.

clique na imagem e saiba mais

A Fundação Itesp busca com a parceria alavancar a produção leiteira nos assentamentos estaduais e consequentemente fazer com que eles tenham ganho na comercialização. O trabalho de transferência é realizado com embriões de doadoras da raça Gir e Girolando, fruto de uma seleção cuidadosa que gerou um exclusivo grupo de doadoras, com sêmen sexado dos melhores touros Holandeses.

“Nosso objetivo é fazer com que os produtores conheçam essa tecnologia com embriões e apliquem em suas propriedades. Começamos o trabalho em 2020 e o resultado agradou os produtores rurais que participaram”, disse Marco Silva.

“Além do aumento da produtividade, os agricultores vão obter um melhoramento genético e ganhar tempo para formar ótimas matrizes. Começamos pelo Pontal do Paranapanema, que sempre foi referência na produção leiteira no Estado, e agora pretendemos expandir essa parceria com a Canto Porto nas regiões de Araraquara e Bebedouro”, concluiu.

ÁGIL DPVAT

Participaram da reunião diretores, coordenadores regionais, supervisores e técnicos da Fundação Itesp ligados à área rural. O trabalho visa fortalecer a produção e a geração de emprego e renda e o desenvolvimento no campo.