Fundação Itesp garante preservação ambiental com corredores ecológicos

Em parceria ao “Programa Nascentes”, foram implantados corredores ecológicos em assentamentos rurais do Pontal e Paranapanema.

A Fundação Itesp, em parceria com o Programa Nascentes da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, implantou corredores ecológicos em assentamentos rurais do Pontal do Paranapanema. O objetivo do corredor ecológico é permitir o aumento da cobertura vegetal, a dispersão de sementes e o livre deslocamento de animais.

As áreas de reserva legal e de preservação permanente dos assentamentos Florestan Fernandes, Palu e Rodeio, que estão localizados no município de Presidente Bernardes, foram restauradas, resultando na formação de corredores ecológicos como mostra a imagem de satélite.

O corredor ecológico ou corredor de biodiversidade são áreas vegetadas que unem os fragmentos florestais ou unidades de conservação que foram separados por interferência antrópica, como por exemplo, agricultura, estradas, cidades, atividade madeireira dentre outras.

Segundo o gerente de Infraestrutura e Meio Ambiente, José Renato Avansini, os corredores reduzem os efeitos da fragmentação dos ecossistemas ao promover a ligação entre diferentes áreas e permitir o fluxo gênico entre as espécies da fauna e flora. “Esse trânsito permite a recolonização de áreas degradadas, em um movimento que de uma só vez concilia a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento ambiental na região”, disse.

De acordo com o diretor executivo da Fundação Itesp, Diogo Telles, essa gestão dentro dos assentamentos rurais garante a preservação ambiental tão importante para a biodiversidade. “A Fundação Itesp tem participação ativa no Programa Nascentes, desenvolvendo projetos de restauração ambiental nas áreas de APP e reserva legal dos assentamentos e disponibilizando áreas para a implantação de projetos de restauração ecológica, mediante o estabelecimento de parcerias com entidades governamentais e não-governamentais”, explicou.

Além das ações do Programa Nascentes, a política estadual de criação e implantação dos assentamentos rurais priorizou o isolamento das áreas ambientais que proporcionou, em boa parte, a regeneração natural da floresta.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT