Fundação Pró-Sangue atualiza prazos de doação de sangue para vacinas contra a Covid-19

Doação de sangue na Fundação Pró Sangue do hospital das Clínicas. Data: 25/11/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Alexandre Carvalho/A2 FOTOGRAFIA

A Fundação Pró-Sangue incentiva as pessoas a doarem sangue antes de serem imunizadas.

Enquanto a vacinação contra Covid-19 é ampliada no território paulista, a Fundação Pró-Sangue segue incentivando as pessoas a doarem sangue antes de serem imunizadas. Isso porque as vacinas constituem um impedimento temporário à doação de sangue.

No dia 23 de janeiro, o Ministério da Saúde divulgou Informe Técnico atualizando os prazos de doação de sangue para os candidatos que foram imunizados contra a Covid-19. De acordo com o documento, o tempo de inaptidão para as pessoas que receberam a vacina é: 48 horas após cada dose da Coronavac (vacina da Sinovac/Butantan); e 7 dias após cada dose da Oxford (vacina da AstraZeneca/Fiocruz).

Seguindo as diretrizes técnicas da pasta, a Pró-Sangue já incluiu os novos critérios de doação no protocolo de triagem dos candidatos. Nunca é demais reforçar que a doação de sangue continua sendo segura e não contraindica a vacinação. De qualquer modo, é importante que as pessoas estejam cientes sobre os períodos de restrição após a imunização. Nesse sentido, a Pró-Sangue orienta que as pessoas venham doar antes de se vacinar.

clique na imagem e saiba mais

Devido à pandemia e as férias de início do ano, houve uma diminuição do número de doadores nos postos de coleta. Mas a doação de sangue não pode parar. Os hospitais e clínicas diariamente precisam de sangue para tratamento de pacientes.

ÁGIL DPVAT

A Pró-Sangue adotou medidas de segurança aos candidatos durante a pandemia. Para evitar aglomerações, foi implantado um sistema de agendamento online (clique aqui), protocolos de distanciamento social e disponibilização de álcool gel nos postos de coleta.