Garoto de 8 anos é internado na Santa Casa com ferimentos graves ao ser atropelado por moto em Araras, SP

Garoto de 8 anos atropelado por moto sai da UTI e vai para a pedriatria em menos de 24 horas em Araras, SP — Foto: Arquivo Pessoal

O condutor da moto foi submetido ao teste de etilômetro sendo constatato 0.66 mg/l (acima do permitido), recebendo voz de prisão em flagrante por crime de trânsito.

Uma criança de 8 anos foi atropelada por uma moto na noite deste sábado na região sul da cidade de Araras (SP). De acordo com informações, o acidente foi na rua Santa Catarina, Parque industrial.

De acordo com seu pai, o garoto foi socorrido SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e devido a gravidade dos ferimentos, precisou ficar internado no CTI – Centro de Terapia Intensiva, devidos as fraturas pelo corpo. Em contato com a nossa reportagem, Luíz, disse seu filho vai precisar passar por cirúrgia para colocar platina, ele disse que acredita que o pior já passou.

Com respeito ao condutor da moto, após ser abordado na Santa Casa pelos policiais militares soldado Müller e soldado Morelli, foi submetido ao teste de etilômetro sendo constatato 0.66 mg/l (acima do permitido), recebendo voz de prisão em flagrante por crime de trânsito.

A ocorrência foi apresentada no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde o condutor após ser ouvido pela autoridade presente, foi liberado para responder pelo crime através de inquérito. 

Como funciona o bafômetro?

Há mais de um tipo de bafômetro, mas todos são baseados em reações químicas envolvendo o álcool etílico presente na baforada e um reagente – por isso, o nome técnico desses aparelhos é etilômetro. Os dois mais comuns utilizam dicromato de potássio (que muda de cor na presença do álcool) e célula de combustível (que gera uma corrente elétrica). Este último é o mais usado entre os policiais no Brasil. E põe usado nisso.

De acordo com a Lei Seca, o motorista que for flagrado com qualquer concentração de álcool no sangue, apresentar medição igual ou superior a 0,05 mg de álcool por litro de ar expirado no bafômetro ou superior a 0,05 mg de álcool por litro de ar expirado no bafômetro ou sinais visíveis de alteração psicomotora será punido com multa de R$2.934,70, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, perda da carteira de motorista e retenção do veículo. Se estiver muito bêbado (níveis acima de 0,34 mg/l), ainda corre o risco de ficar em cana por 6 meses a 3 anos – a menos que tenha guardado uma boa grana para a fiança.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT