Governo de São Paulo forma 697 sargentos no curso superior de tecnólogo

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Curso iniciado em janeiro deste ano é requisito para oficiais subirem de patente.

O Governador João Doria participou nesta sexta-feira (11) da formatura de 697 sargentos no Curso Superior Tecnólogo de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública.

“A cerimônia de formatura de sargentos é uma ocasião muito significativa na vida destes profissionais, que estão caminhando com determinação para honrar a tradição da Polícia Militar. A melhor PM do Brasil está aqui em São Paulo, graças ao treinamento, aos oficiais, àqueles que trabalham, que lutam e vão às ruas defender a população de forma destemida”, disse Doria.

O evento, que também teve a participação do Presidente Jair Bolsonaro e do Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, foi realizado no Sambódromo do Anhembi, no bairro Santana, zona norte da capital.

O curso, iniciado em janeiro deste ano, foi concluído por 625 homens e 72 mulheres que já integravam a instituição e, agora, sobem para a patente de sargento. Em mais de 1.600 horas de aula, foram abordadas disciplinas como Inteligência Policial, Doutrina de Polícia Comunitária e Ostensiva, Direitos Humanos, Direito Penal e Legislação, Gerenciamento de Crises, entre outras.

Para ingresso, o policial precisava, entre outros requisitos, ser cabo ou soldado de 1ª classe, com pelo menos cinco anos de serviço, estar no efetivo exercício das funções policiais-militares e ter comportamento considerado, no mínimo, bom nos últimos dois anos. Além disso, era preciso ter sido considerado apto em inspeção de saúde e em teste de aptidão física.

“O sargento é o elo entre o comando e a tropa. É ele um dos grandes gestores da ação de comando no ambiente de trabalho. Hoje São Paulo está mais rico porque tem quase 700 sargentos trabalhando para ele. Por isso é importante essa formatura. O Estado está enriquecido, a Polícia Militar e a população paulista”, afirmou o Secretário.

Paraninfo e patrono

O paraninfo é o coronel João Silva Soares Castilho, que atualmente é o chefe do Centro de Inteligência da PM, mas atuou como comandante da Escola Superior de Sargentos entre 2015 e 2016. Ele ingressou na Academia de Polícia Militar do Barro Branco em 1984 e possui cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Oficiais, de Policiamento Ambiental e Superior de Polícia.

O patrono da turma é o soldado Erik Henrique Ardengue, que morreu no dia 13 de março de 2017, aos 28 anos de idade e seis na PM. Na ocasião, o praça trabalhava na 2ª Companhia do 43º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) e estava atendendo a uma ocorrência de roubo a carro-forte.