Governo de SP anuncia 20 Centros de Longevidade Ativa

Iniciativa integra o programa SP Amigo do Idoso e terá ações de acolhimento, atendimento e inclusão a pessoas com 50 anos ou mais.

O Governador João Doria anunciou, na sexta-feira (1º), a criação de 20 novos Centros de Longevidade Ativa para a população acima de 50 anos. O Governo de SP vai investir um total de R$ 16 milhões nos novos equipamentos com atenção voltada à qualidade de vida e longevidade. O anúncio foi realizado durante a abertura do III Longevidade Expo + Fórum, em comemoração ao Dia Internacional do Idoso.

“O Logenvidade Expo + Fórum, em 2019, nos ajudou a direcionar melhor as posições do Governo do Estado de SP em todas as áreas, transversalmente, na proteção, amparo e respeito às pessoas idosas aqui no Estado de SP. E a contribuição desse evento tem sido materializada pelo Governo de SP”, destacou Doria.

O Centro de Longevidade Ativa será um espaço com serviços voltados ao acolhimento, atendimento e inclusão de pessoas com 50 anos ou mais em situação de vulnerabilidade social. Além das atividades de convivência, haverá ainda ações que vão promover a inclusão produtiva, novas carreiras e empreendedorismo entres os idosos, incluindo apoio à qualificação e formação, além de atividades envolvendo tecnologia.

A iniciativa faz parte do programa SP Amigo do Idoso, que tem o objetivo de executar ações efetivas e integradas, fortalecendo o papel social do idoso e contribuindo para uma postura mais ativa e saudável diante do envelhecimento. Além dos CLAs, o programa é composto por uma ampla rede de equipamentos voltados à atenção aos idosos.

Apenas nesta gestão, o Governo de SP já atingiu a marca de 54 unidades entregues, sendo 45 novos Centros de Convivência do Idoso (CCIs) e 7 Centros Dia do Idoso (CDIs), e a revitalização de 2 CCIs (Bastos e Sete Barras). O SP Amigo do Idodos conta ainda com o Projeto Longevidade, que promove ações para a inclusão produtiva e digital para a população acima de 50 anos de baixa renda.

“Políticas públicas inovadoras e que ampliem as oportunidades de inclusão digital, produtiva e social, além de formação, convivência e qualidade de vida, são essenciais para a promoção do desenvolvimento da sociedade paulista”, destacou Célia Parnes, Secretária Estadual de Desenvolvimento Social.

Também estiveram presentes os secretários da Saúde, Jean Gorinchteyn; da Pessoa com Deficiência, Célia Leão; e de Habitação, Flávio Amary.

O evento realizado no Palácio dos Bandeirante abriu o III Longevidade Expo + Fórum, que realiza a II Maratona Digital da Longevidade, com palestras e painéis de discussão relacionados ao envelhecimento ativo. A programação completa pode ser conferida no site www.longevidade.com.br.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT