Governo de SP deve regredir regiões para fases restritivas nesta sexta-feira (15)

Atualização foi antecipada por conta da piora nos indicadores da saúde. 

O governo de São Paulo deve regredir regiões do estado para fases mais restritivas do plano de flexibilização econômica. Com piora nos indicadores de Covid-19, a reclassificação do plano, prevista para ocorrer em 5 de fevereiro, foi antecipada e será feita no início da tarde desta sexta-feira (15).
 
Pela regra, as antecipações só ocorrem se há necessidade de impor medidas mais restritivas por conta do agravamento nos índices de saúde. Nesta quinta (14), o estado ultrapassou a marca de 49 mil mortes por coronavírus desde o início da pandemia, em meio a uma nova alta de casos, óbitos e internações pela doença após as festas de fim de ano. A média diária de mortes por Covid-19 está acima de 200 há seis dias seguidos, valor que não era observado desde o dia 16 de setembro do ano passado.
 

A expectativa é a de que as regiões de Marília passe a ficar na fase mais restritiva da proposta, na qual apenas serviços essenciais podem operar. Bauru e Taubaté, que estão na amarela, devem ficar na laranja, na qual bares não podem funcionar. Presidente Prudente, Sorocaba e Registro devem seguir na fase laranja e o restante do estado permanecerá na amarela.

ÁGIL DPVAT

clique na imagem e saiba mais