Governo de SP participa de agenda sobre clima com os EUA

Videoconferência teve apresentação de projetos ambientais para captar investimentos, especialmente para a região do Vale do Ribeira.

O Governador João Doria e o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, participaram nesta sexta-feira (30) de uma reunião virtual com o enviado especial para o Clima dos Estados Unidos (EUA), John Kerry.

A videoconferência, que contou com a participação de outros seis governadores brasileiros, teve o objetivo de apresentar aos norte-americanos uma série de projetos em favor da mitigação dos impactos das mudanças climáticas, à proteção e recomposição florestal e bioeconomia no estado de São Paulo e outras partes do país, e captar recursos para projetos ambientais prioritários nos territórios.

“Eu acredito que tenha um alinhamento entre o recém anunciado plano de metas do presidente Joe Biden e as iniciativas que temos tomado aqui em São Paulo para melhorar a qualidade de vida dos nossos 46 milhões de habitantes. Nós acabamos de assinar um decreto governamental para integrar a ‘Race to Zero’ e ‘Race to Resilience’, campanhas da ONU para reduzir emissões de poluentes e mitigar efeitos das mudanças climáticas.

Em novembro estaremos presentes na Confederação Climática da ONU (COP 26), em Glasgow, no Reino Unido e tenho certeza que teremos a oportunidade de estarmos juntos neste encontro”, disse Doria.

Por São Paulo, João Doria apresentou material sobre a proteção e conservação da Mata Atlântica do “Vale do Futuro”, programa paulista de fomento ao desenvolvimento sustentável na região do Vale do Ribeira. No início deste ano o governo do estado sancionou a nova lei do ICMS Ambiental, que prevê aumento dos recursos destinados à conservação ambiental, com destaque às Unidades de Conservação (UC). A ampliação da restauração florestal, associada ao fomento de florestas produtivas, permitirá ganhos substanciais para a proteção da biodiversidade, a regulação climática, a geração de empregos e renda e o avanço da bioeconomia.

O Estado de São Paulo atua de maneira alinhada a demais países do mundo no combate aos efeitos climáticos, relembrando a assinatura, em 20 de julho, do decreto em adesão às campanhas Race to Zero e Race to Resilience da Convenção Quadro do Clima da ONU, com o compromisso de apresentar um Plano de Ação Climática Net Zero – 2050 e um Plano de Adaptação Climática do Estado de São Paulo até 2022.

Além de João Doria, participaram da videoconferência o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande; do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; do Maranhão, Flávio Dino; do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; do Pará, Helder Barbalho; e do Piauí, Wellington Dias.

Vale do Futuro

Dos dois projetos apresentados pela região Sudeste, um deles tratou da proteção e conservação da Mata Atlântica no Vale do Futuro, programa estadual na região do Vale do Ribeira e coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR).

Entre os resultados econômicos esperados está a consolidação das cadeias produtivas relacionadas aos produtos da floresta nativa, e também do ecoturismo na região, apontando componentes de mais de 50 outros ramos de atividades locais, no sentido de qualificar a demanda por sustentabilidade.

Benefícios sociais também são aguardados, como o aumento da oferta de oportunidades de trabalho relacionadas à conservação ambiental, garantindo a permanência de povos e comunidades tradicionais nos locais de moradia e trabalho, geração de renda (compra de sementes e Pagamento por Serviços Ambientais – PSA) e melhoria das condições de saúde e de vida dessas comunidades.

Em relação aos resultados ambientais, o objetivo é aumentar os recursos destinados à conservação, destacando as unidades de conservação, maior engajamento da sociedade em defesa das áreas protegidas e ambientes naturais, redução de pressões antrópicas e maior proteção da Mata Atlântica, além da manutenção dos níveis de absorção de CO2 pela conservação/proteção de grandes áreas do bioma mencionado e consequente contribuição à mitigação dos gases do efeito estufa (GEE).

Carta enviada aos EUA

A agenda desta sexta (30) é resultado de uma carta enviada por 21 governadores ao presidente americano Joe Biden em abril deste ano. No documento, os administradores públicos se dispuseram a desenvolver parceiras com os EUA em favor da mitigação das mudanças do clima.

Portfólio de projetos brasileiros sobre mudanças climáticas: https://issuu.com/governosp/docs/mudan_as_clim_ticas.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT