Grávida de 44 anos morre com suspeita de doença infecciosa em Jundiaí, SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Prefeitura afirma que há suspeita de arbovirose, leptospirose, dengue ou febre maculosa.

Uma grávida de 44 anos morreu com suspeita de doenças infecciosas ao dar entrada no Hospital Universitário de Jundiaí (SP).

Segundo o hospital, Catarina dos Santos foi internada na última segunda-feira (2) com um quadro de infecção ‘inespecífica’, e logo em seguida, transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com a piora do quadro. Contudo, não resistiu e morreu na última sexta-feira (6)

Em nota, a prefeitura informou que não registrou nenhum caso confirmado de leptospirose, e que a Vigilância Epidemiológica (VE) da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) está investigando o caso suspeito de arbovirose, doenças causadas pelo mosquito Vírus da Zyka, chikungunya e febre amarela, além de suspeitas de leptospirose, dengue e febre maculosa.

Amostras de sangue foram colhidas e encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz, o qual os resultados ainda não foram divulgados. A investigação segue conforme o protocolo do município.

*Colaborou sob supervisão de Paola Patriarca