GRIPE: Saiba por que as pessoas devem se vacinar antes do inverno

O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.

O Brasil inteiro está mobilizado para vacinar a população contra a gripe. Com a chegada do inverno, a circulação dos vírus mais graves da doença se intensifica, deixando a população mais exposta a complicações. Segundo a técnica do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Sirlene Pereira, a gripe pode trazer problemas sérios.

“A influenza ela é uma doença que pode provocar complicações e até levar ao óbito. Portanto, é importante se proteger. Principalmente antes do frio, do inverno. Então essas pessoas se vacinando elas vão estar protegidas”.

O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto. Com o inverno cada vez mais próximo, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Antonio Nardi, faz um apelo.

“Iniciamos a campanha de vacinação com mais tempo para que na entrada do inverno todos já estejam com a imunidade assegurada, uma vez que você tomando a sua dose de vacina, leva-se, pelo menos, de 10 a 15 dias para conferir a imunidade e isto não está acontecendo. Dessa forma fazemos um clamor a toda a população. Procurem as unidades, garantam a sua dose de vacina, garantam a sua imunidade contra a gripe”.

Campanha em Araras:

Com 22.729 de doses já aplicadas, a Campanha de Vacinação Contra Gripe termina nesta sexta-feira (9), em Araras. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento, 86,55% do público-alvo foi vacinado no município. As imunizações foram divididas da seguinte maneira: crianças de seis meses a cinco anos – 5.850 aplicações (88,53% do público alvo); gestantes – 670 (54,92%); trabalhadores da área de saúde – 2.882 (92,90%); puérperas – 187 (93,50%); idosos – 13.140 (86,84%).

As vacinas são fornecidas somente nas seis salas de vacina do município: PSF Edmundo Ulson (Parque Tiradentes); PAM Antônio Carlos Fabrício (José Ometto 2); PAM Dr. Osvaldo Salvador Devitte (Narciso Gomes); PSF Madre Carla Rabolin (Jardim Alvorada); PSF Ênio Vitalli (Jardim Piratininga); CS2 Dr. João Geraldo Noronha (Belvedere).

No Estado

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, 9,4 milhões de doses foram aplicadas em São Paulo. A meta é imunizar 10 milhões de Paulistas. O Estado ainda dispõe de aproximadamente 3,6 milhões de unidades destinadas prioritariamente à vacinação dos públicos definidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Vale lembrar que o Estado de São Paulo tem mais de 44 milhões de habitantes, portanto, uma eventual ampliação de públicos depende do envio de quantitativos extras ao Estado. A aquisição e distribuição de doses da vacina competem ao Ministério da Saúde

 

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT