Grupo de Trabalho foca no tema da pessoa com deficiência adulta e idosa

Iniciativa é fruto da parceria entre as Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Saúde e Desenvolvimento Social.

Visando ações de melhoria na qualidade de vida das pessoas adultas e idosas com deficiência, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em conjunto com as Secretarias de Estado da Saúde e Desenvolvimento Social, lançou o Grupo de Trabalho “Pessoa com Deficiência Adulta e Idosa”.

O Grupo tem por objetivo refletir e propor avanços nas políticas sociais voltadas a este público, especialmente considerando o envelhecimento das pessoas com deficiência no Estado de SP. Os principais temas debatidos serão a autonomia e independência desse público, oferta de serviços de suporte, assistência à saúde e moradia.

As ações propostas levarão em conta o georreferenciamento dos equipamentos públicos de Saúde e de Assistência Social; a urgência de criação de protocolo integrado de atendimento ao público alvo e a formação dos profissionais da rede socioassistencial; entre outras ações.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com o Relatório Mundial sobre a Deficiência – publicado pela OMS em 2001 – há uma relação direta entre o envelhecimento e a deficiência. O documento afirma que “há um risco maior de deficiência entre pessoas mais velhas, e as populações nacionais estão envelhecendo a taxas nunca antes observadas”.

ÁGIL DPVAT

No Estado de São Paulo existem mais de 2,4 milhões de pessoas com deficiência adultas e idosas, sendo 47,42% delas adultas (entre 30 e 59 anos) e 42,53% de pessoas com deficiência idosas (acima de 60 anos), segundo dados censitários da Base de Dados dos Direitos da Pessoa com Deficiência (www.basededados.sedpcd.sp.gov.br).