Guarda Civil Municipal prende traficante de drogas durante patrulhamento em Cosmópolis, SP

A ação foi realizada pelo bairro Cidade Alta.

Na manhã deste sábado (14), os guardas civis municipais Teodoro e Ferreira, estavam em patrulhamento de rotina pelo bairro Cidade Alta, município de Cosmópolis (SP), em local já conhecido pelo tráfico de entorpecentes quando receberam uma denúncia anônima de que um indivíduo de camiseta AZUL e CALÇA VERDE, estaria realizando veda de drogas no local.

“Diante das informações nos deslocamos ao endereço passado onde logramos êxito em abordar o indivíduo com as características passadas. No seu bolso foi localizado cerca de 143,00 reais em notas diversas. Realizando buscas pelo local com intuito de localizar possíveis entorpecentes abrimos à porta traseira de um veículo VW/Gol que se encontrava ao lado do abordado e logramos êxito em localizar uma sacola contendo grande quantidade de entorpecentes. Mais precisamente cerca de 89 buchas de substância aparentando ser MACONHA, 195 micro tubos de substância branca aparentando ser COCAÍNA, 62 pedras de substância aparentando CRACK. O indivíduo empreendeu fulga pela área verde pulando dentro de um corrego porém mesmo assim obtivemos êxito e o abordamos no pasto do outro lado. O indivíduo foi algemado seguindo à SÚMULA VINCULANTE 11 SOBRE O RECEIO DE FULGA E conduzido ao plantão policial”, disse Teodoro.

Ainda segundo o GCM, um advogado compareceu na delegacia, na tentativa de defender seu cliente, porém, acabou falhando na sua tentativa de livrar a cara do criminoso.

“No plantão policial compareceu o advogado para tentar defender o possível inflator da lei porém sem perceber acabou falhando na tentativa tendo em vistas que o indivíduo detido informou ao Advogado que queria as chaves do carro que ele tinha deixado no compartimento de preso da viatura. Desta forma o advogado nos pediu para abrir o compartimento para pegar as chaves e o rápido tirocínio da equipe vendo que se tratava de chave de veículo nos levou à suspeitar se tratar da chave do veículo onde foi localizado os entorpecentes. Gerando essa questão solicitamos apoio da Viatura 17 que deslocou ao local dos fatos e para nossa surpresa já tinham apedrejado o veículo. A chave realmente era do carro”, destacou o guarda civil.

A ocorrência foi apresentada no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde o mesmo após ser ouvido permaneceu à disposição da Justiça, e determinou assim o recolhimento do veículo. Participaram da ação a inspetora Alves, a chefe operacional Kenia e o GCM Ribeiro.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT