Guarda Civil Municipal registra três acidentes graves com oito vítimas em Araras, SP

As ocorrências foram registradas no plantão da Central de Polícia Judiciária.

Na tarde desta segunda-feira (16), três acidentes de trânsito com oito vítimas foram registrados pela Guarda Civil Municipal de Araras (SP). Um deles na Avenida Fábio da Silva Prado, seis pessoas, dentre elas três crianças sofreram ferimentos.

Avenida Presidente Vargas

Uma senhora de 57 anos, descia a Avenida Presidente Vargas, bairro José Ometto II, e quando chegou próximo da igreja católica, ao passar sobre a lombada perdeu o controle da sua Honda/Biz, e sofreu uma queda violenta.

A vítima foi socorrida pela unidade do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e encaminhada ao pronto socorro do Hospital São Luiz. A ocorrência foi atendida e apresentada na Central de Polícia Judiciária, pela Guarda Civil Municipal.

clique na imagem e saiba mais

Avenida Augusta Viola da Costa

Uma mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros em estado grave, após capotar seu veículo VW/Gol na Avenida Augusta Viola da Costa, próximo ao Hospital Pró-Saúde, região leste do município. 

De acordo com primeiras informações, a vítima transitava pelo local, quando por motivos que estão sendo apurados, porém tudo indica que ela perdeu o controle da direção de seu carro e capotou, após derrapar na areia que se acúmula após as chuvas. A ocorrência foi atendida pela Guarda Civil Municipal.

Avenida Fábio da Silva Prado

Seis pessoas sofreram ferimentos, uma delas grave, após colisão entre dois veículos pela Avenida Fábio da Silva Prado, na rotatória de acesso ao Jardim Campos Verdes, próximo ao Aeroporto Municipal Armando Américo Fachini, região norte do município.

De acordo com informações, em um dos veículos havia apenas o motorista (socorrido em estado grave), e no outro haviam cinco pessoas da mesma família, inclusive três crianças que estavam no banco traseiro, que foram socorridas conscientes pelas unidades de resgate do Corpo de Bombeiros e SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. A Polícia Militar também esteve no local.

ÁGIL DPVAT