Guarda Civil Municipal salva bebê recém-nascido engasgado em Araras, SP

Bebê de 1 mês e 15 dias ficou engasgado e foi salvo por ações de primeiros-socorros realizados pela GCM. Após o salvamento, bebê recebeu atendimento médico e passa bem.

Um bebe recém-nascido que estava asfixiado foi salvo pela Guarda Civil Municipal de Araras (SP), na noite desta quarta-feira (28), em Araras (SP). Segundo o pai que ligou na CECOP – Central de Comunicação Operacional da corporação, o pequeno João Lucas, de apenas 1 mes e 15 dias de vida, o engasgo teria sido provocado pelo refluxo da própria saliva.

O caso aconteceu na rua Jarbas Leme de Godoy, bairro José Ometto II. A família pediu ajuda da GCM quando percebeu que o bebê estava com as vias aéreas obstruídas.

Imediatamente a equipe do inspetor Rogério, composta pelos GCMs Celso, Pereira, Oliveira e Emerson, foram até o endereço, na rua Jarbas Leme de Godoy, bairro José Ometto II, onde rapidamente desembarcaram das viaturas, sendo inciando pelo GCM Celso a manobra de heimlich.

Poucos minutos após, o pequeno João Lucas, voltou a respirar para alegria da família e dos GCMs que atenderam a ocorrência. O guarda contou que realizou a manobra de Heimlich para salvar a criança. “Posicionei ele em decúbito ventral e deixei que a gravidade fizesse o resto. Quando ela conseguiu cuspir, terminamos de limpar e ela ficou bem”, disse.

De acordo com informações, a criança recebeu cuidados médicos após o fato, e passa bem.

Manobra de Heimlich

A manobra de Heimlich é uma técnica de primeiros socorros utilizada em casos de emergência por asfixia, provocada por um pedaço de comida ou qualquer tipo de corpo estranho que fique entalado nas vias respiratórias, impedindo a pessoa de respirar.

Nesta manobra, utilizam-se as mãos para fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada e que faz com que o objeto seja expulso dos pulmões.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT