Homem com deficiência física em uma das mãos é preso pela PM após agredir mulher com pedaço de bloco de concreto e mordidas em Limeira, SP

Ele disse que queria ver a vítima no “inferno” e que se tivesse as duas mãos a mataria.

Os policiais militares da equipe “bravo” da 1ª Companhia composta pelo soldado Castrilho e soldado Piratelli, estavam em patrulhamento na noite de terça-feira (31) pelo município de Limeira (SP), quando foram acionados via COPOM para atendimento de uma ocorrência de desinteligência pela Vila Cidade Jardim.

Com a chegada da equipe no local, se depararam com um indivíduo de 44 anos que apresentava escoriações na cabeça e no rosto, depois os policiais souberam que o mesmo era o autor dos fatos. Na cozinha estava a vítima, que apresentava lesão na mão direita, lesões no rosto e um corte profundo na cabeça, sendo todos os ferimentos causados por A.L.S., que mordeu a mão dela e com um pedaço de bloco de concreto atingiu sua cabeça.

Vítima socorrida

Diante da situação, os policiais prestou auxílo a mulher que estava toda ensanguentada e providenciou socorro, o qual foi reaalizado pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros que encaminhou a vítima até a UPA Abílio Pedro para ser medicada. 

Na residência encontrava-se uma testemunha que presenciou a agressão e forneceu sua versão, a mesma que consta no registro de ocorrência da PM e no boletim de ocorrência da Polícia Civil. Ainda de acordo com informações, por diversas vezes o desocupado de iniciais A.L.S., disse que queria ver a vítima no “inferno” e que se tivesse as duas mãos a mataria, uma vez que ele possuí deficiência física na mão direita. 

Lei Maria da Penha

O autor do crime recebeu voz de prisão em flagrante, foi conduzido à central de flagrantes, onde após ser ouvido pelo delegado Assis Cristofoletti, permaneceu à disposição da Justiça em conformidade com a Lei “Maria da Penha”. Participaram da ação os policiais militares sargento Salvador, soldado Daniel, soldado Moura, soldado Zullo e soldado Paulo.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT