Homem condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável é preso pela Força Tática em Araras, SP

PUBLICIDADE

Durante abordagem ele se identificou com outro nome, porém logo depois disse seu verdadeiro nome.

Na tarde de quinta-feira (21), os policiais soldado Casemiro, soldado Carlos e soldado Vechietin, durante patrulhamento de Força Tática pelo município de Araras (SP), se depararam com um veículo Hyundai/HB20, em que a condutora chamou a atenção da equipe por se parecer muito com a esposa de um indivíduo que estava procurado pela Justiça, fato, que já era de conhecimento da equipe.

PUBLICIDADE

Ao ser abordada, constatou-se que realmente se tratava da esposa do indivíduo, a qual informou outro nome de seu marido e levou até seu apartamento, onde juntamente com o o tenente Seleghin e soldado Adorno, que foram no apoio, se deslocaram até o endereço, onde lá se encontrava o indivíduo procurado, com base no ART 217-a CP, estupro de vulnerável.

Inicialmente ele se identificou com outro nome, porém logo depois disse seu verdadeiro nome. Diante dos fatos, ele foi apresentado na Central de Polícia Judiciária, onde após ser ouvido pelo delegado Tabajara Zuliani dos Santos, permaneceu à disposição da Justiça para cumprir sua pena de 12 anos.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP