Homem é acusado de espancar rapaz que dormia com a ex dele no interior de SP

Vítima afirma que acordou com agressor se preparando para desferir um golpe de madeira em sua cabeça, na residência da mulher. Agressor também teria disparado um tiro. Polícia investiga o caso.

Um homem de 33 anos afirma ter sido agredido com um pedaço de madeira, mordido e ameaçado de morte pelo ex-marido da atual namorada, em Barra do Turvo, no interior de São Paulo. A briga contou com dois episódios, se estendendo até a cidade vizinha, Eldorado, onde foi gravada por moradores e compartilhada nas redes sociais. As agressões teriam começado, de acordo com a vítima, enquanto o casal ainda estava dormindo. O agressor foi identificado como Orestes Campos Bolsonaro.

O homem agredido, que prefere não se identificar, conta que estava dormindo com a atual namorada, ex-companheira do agressor, quando notou que o suspeito, havia conseguido entrar na residência e se preparava para aplicar um golpe na cabeça dele, com um pedaço de madeira de eucalipto.

clique na imagem e saiba mais

A confusão se iniciou na última sexta-feira (2) em Barra do Turvo. Orestes descobriu que o homem estava dormindo na casa da mulher e entrou na residência com uma chave que mantinha desde quando ambos viviam juntos. Ele começou as agressões enquanto o homem ainda dormia, armado com um pedaço de madeira.

Orestes é sobrinho do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Ele é filho de Denise Bolsonaro, irmã do presidente. A família vive em Eldorado, no interior paulista. “Ele chegou lá com a chave que ainda tinha, entrou devagar e encontrou nós dois dormindo no sofá. Acordei com o som da porta abrindo e, quando abri um pouco meus olhos, me deparei com ele em cima de mim pronto para me golpear na cabeça”, conta a vítima.

O homem conseguiu se defender, mas foi atacado diversas vezes por Orestes, que inclusive desferiu uma mordida no cotovelo dele. “Ele também sacou uma arma e atirou dentro da residência, sem se preocupar com os filhos que também estavam na casa”, diz.

A confusão foi generalizada e, para se defender, a mulher correu da residência com o filho pequeno, que dormia com os dois no sofá. Ela conseguiu uma carona com um conhecido e ficou na casa de amigos.

O homem também conseguiu escapar do agressor, se escondendo na casa de conhecidos que moram na região. “Lá fora, eu ouvia ele chamando pela mulher, dizendo que queria encontrá-la. A todo tempo, me jurou de morte, dizendo que se não fosse agora, seria depois”, conta.

Agressor teria efetuado disparo de arma de fogo dentro da residência da ex-companheira — Foto: G1 Santos

Dia seguinte

O homem agredido voltou para sua cidade, Eldorado, no dia seguinte. Ele foi ao mercado e, na volta, acabou se deparando com o veículo do agressor estacionado na rua, forçando-o a diminuir a velocidade para seguir com a viagem.

Neste momento, os dois se viram e passaram a se provocar. “Achei que ele ia me pedir desculpas, porque meu pai tinha conversado por telefone com ele à noite e ele se mostrou arrependido”, conta. “Em cidade pequena, todo mundo se conhece.”

Ele saiu do carro e a confusão recomeçou mas, desta vez, o homem revidou às agressões. A briga foi filmada e o vídeo foi publicado nas redes sociais e compartilhado centenas de vezes.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que a briga foi apaziguada com a chegada da viatura da Polícia Militar, no sábado, como é possível ver nas imagens (veja vídeo no início da matéria). Eles teriam discutido e, logo em seguida, se agrediram e trocaram ofensas. Exames periciais foram solicitados aos institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC). O caso foi registrado como lesão corporal, injúria, ameaça e dano pela Delegacia de Eldorado. (Com informações do G1 Santos)

Homem chegou a ficar caído na rua ao ser agredido pelo ex-marido de atual namorada no interior paulista — Foto: G1 Santos