Homem é levado para a delegacia após ser flagrado caçando javali sem autorização em Ipeúna, SP

Foi elaborado em desfavor do mesmo um Auto de Infração Ambiental com sanção de multa simples para o indivíduo, por Caçar com base no Artigo 25 da Resolução SIMA 005/21.

Em decorrência do atendimento da Operação Corta Fogo, pela cidade de Ipeúna (SP), onde durante o atendimento de ocorrência uma equipe da Polícia Militar Ambiental se se deparou com um homem armado com uma espingarda Cal.12, que ao ser abordado informou que estava na prática de caça a animal exótico conhecida como manejo de Javali.

Ele disse ainda, que durante a caçada seu cachorro teria se distanciado do local em que estava praticando a caça, com o intuito de recuperar seu animal acabou se distanciando e entrou em uma propriedade onde não possuía autorização para tal atividade vindo a ser abordado pela equipe.

Após abordagem foi solicitado documentações a qual estabelece normas e procedimentos para o controle populacional, manejo ou erradicação da espécie exótica invasora Javali-europeu, sendo apresentado pelo abordado apenas o Certificado de Registro de Arma de Fogo, CTFs (Cadastro Técnico Federal), e GTE (Guia de Tráfego Especial), não sendo fornecido o SIMAF (Sistema Integrado de Manejo de Fauna) a qual é solicitada junto ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), esse por sua vez tem como principal objetivo a informatização do processo de solicitação das licenças para o manejo de Javalis.

Foi elaborado em desfavor do mesmo um Auto de Infração Ambiental com sanção de multa simples para o indivíduo, por Caçar com base no Artigo 25 da Resolução SIMA 005/21. A ocorrência foi apresentada na Central de Polícia Judiciária, onde foi solicitado pela autoridade presente que a ocorrência fosse apresentada via ofício, dispensando assim a presença da equipe da Polícia Militar Ambiental, liberando o caçador com todo seu material por estes estarem devidamente registrado.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT