Homem é multado em R$ 16 mil por manter tamanduá e tatus mortos em Pardinho, SP

PUBLICIDADE

Seis animais estavam congelados em refrigerador na varanda da casa e suspeito disse que comprou para consumo próprio. Homem ainda mantinha pássaro silvestre sem autorização ambiental.

Um homem foi autuado em R$ 16 mil por manter em sua casa, em Pardinho (SP), seis animais silvestres mortos em um congelador, além de um pássaro em gaiola, sem a devida autorização ambiental.

PUBLICIDADE

A partir de uma denúncia anônima, a Polícia Ambiental de Botucatu foi ao bairro Serras Italianas, na área rural da cidade, e encontrou com o suspeito cinco tatus-galinhas e um tamanduá-mirim congelados em um refrigerador na varanda da residência. O tamanduá já estava “limpo”, sem cabeça e sem cauda.

No local, os policiais ainda encontraram numa gaiola um curió, pássaro da fauna silvestre cuja criação em cativeiro exige autorização dos órgãos ambientais.

À polícia, o homem alegou desconhecer a necessidade de autorização para a criação do pássaro. Sobre os animais congelados, disse que comprou de um desconhecido e que seriam para consumo próprio.

Além da multa, o homem vai responder em liberdade pelos crimes ambientais de manter animal em cativeiro e por depósito de animais silvestres. Ele ainda pode recorrer da multa.

O pássaro e a gaiola foram apreendidos e a ave foi encaminhada ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas) da Unesp, em Botucatu.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP