Homem é multado pela Polícia Militar Ambiental por manter aves silvestres em cativeiro e cortar árvores nativas

Quatro aves foram devolvidas à natureza, sendo que uma delas, o “Bigodinho”, foi entregue ao dono, pois havia sinais claros de domesticação.

Um homem foi multado em R$ 2,5 mil por manter aves silvestres em cativeiro e cortar árvores nativas quinta-feira (19), em São Miguel Arcanjo (SP). A equipe foi até o bairro Pocinho para atender uma denúncia de aves silvestres em cativeiro.

Ao chegar no local, os policias encontraram cinco pássaros nativos, sendo um “Bigodinho” (Sporophila lineola), dois coleirinhos (Sporophila caerulescens), um Pintassilgo de cabeça preta (Sporagra magellanica) e um Sabíá Barranco (Turdus leucomelas). Apesar de presos, todos os pássaros estavam em gaiolas individuais, em boas condições de higiene, com água e alimentação adequados para o consumo.

Durante a abordagem, o dono do sítio confessou que adquiriu as aves sem autorização do órgão ambiental competente. No local, a equipe constatou também o corte de duas árvores nativas, ambas localizadas em área comum, sendo as árvores das espécies Cambará e Ypê Amarelo.  

Por causa disso, foi elaborado um auto de infração ambiental no valor de R$ 2,5 mil, e o homem será investigado em liberdade pelo crime. Quatro aves foram devolvidas à natureza, sendo que uma delas, o “Bigodinho”, foi entregue ao dono, pois havia sinais claros de domesticação.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT