Homem é preso após atirar em ex-companheira e depois no próprio rosto no litoral de SP

Vítima, de 33 anos, foi baleada no queixo pelo autor do crime. Caso ocorreu em Guarujá.

Um homem foi preso por tentativa de feminicídio nesta segunda-feira (5), em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pela nossa reportagem, a polícia aponta que ele atirou na ex-namorada após ela não querer reatar o relacionamento. Em seguida, atirou no próprio rosto. Os dois foram socorridos e não correm risco de morte.

Conforme a Polícia Militar, o crime ocorreu na noite de segunda-feira, no lote João Batista Julião. A vítima relatou aos policiais que não queria reatar com o ex-namorado, e ele, não aceitando a decisão, acabou atirando contra a ex-namorada.

O homem, de 56 anos, efetuou um disparo que atingiu a vítima, de 33, no queixo, e logo em seguida atirou contra si, ferindo a língua. Os dois foram socorridos, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Segundo a mãe da mulher, em depoimento à polícia, o ex-namorado de sua filha chegou e começou a discutir com ela, ameaçando matá-la e se matar caso não reatassem.

A Prefeitura de Guarujá confirmou que prestou atendimento a um homem com ferimento a bala, consciente e estável, e que ele foi encaminhado ao Hospital Santo Amaro (HSA). A mulher foi por meios próprios para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Enseada, sendo transferida em seguida ao HSA.

A assessoria de imprensa do HSA informou que o homem está internado, consciente, e que seu estado de saúde é estável. Uma escolta policial faz sua segurança. A mulher está internada no Hospital Casa de Saúde Guarujá, mas passa bem.

Segundo a SSP, o revólver calibre 38 usado pelo homem para atirar contra a ex-namorada e em si foi apreendido. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo na Delegacia Sede de Guarujá.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT