Homem é preso após furtar cinco vezes o mesmo comércio em menos de 15 dias

Homem invadiu cinco vezes o comércio entre os dias 2 e 16 de maio. Ele foi flagrado pelas câmeras de segurança do local e proprietário conseguiu acionar a polícia.

Um homem de 32 anos foi preso depois de furtar cinco vezes o mesmo estabelecimento em São José dos Campos (SP). Os furtos aconteceram entre os dias 2 e 16 de maio, em um intervalo de menos de 15 dias. No último furto, neste domingo (16), o proprietário percebeu a invasão pelas câmeras e acionou a polícia. Todas as ações foram flagradas por câmeras de segurança. 

O alvo era uma quadra de futebol society que tinha um restaurante. O criminoso foi flagrado pelas câmeras invadindo o local pela primeira vez no dia 2 de maio. Segundo o proprietário, o alarme tocou e ele chegou a ir ao local, mas encontrou apenas a geladeira aberta.

Mesmo sabendo do sistema de segurança, no dia seguinte, 3 de maio, o homem invadiu o comércio mais uma vez. Na ação, ele levou bebidas e chuteiras. Depois, o homem voltou a invadir o local no dia 12 de maio. A ação, flagrada por câmeras, mostra que ele pega uma sacola e quase esvazia a geladeira do local.

No dia, ele conseguiu fugir sem ser pego e voltou ao estabelecimento mais uma vez no sábado (15), quando levou mais bebidas. Sem ser pego, no domingo (16) ele invadiu o local novamente, mas o dono conseguiu flagrar o homem a tempo e acionar a polícia.

“Ele era muito rápido para pegar as coisas. A agência de segurança que eu contratei sempre ia até o local, mas ele sempre ia embora. Depois disso, começamos a ficar mais espertos. Dessa vez, conseguimos chamar a polícia a tempo”, explicou o proprietário, Kley Rafael Pimenta.

Quando a polícia chegou ao local, o homem ainda tentou se esconder em meio a um amontoado de telhas nos fundos do imóvel, mas foi flagrado. Com ele foram apreendidas uma mochila, 12 cervejas, 12 energéticos e 2 pares de chuteiras.

Segundo o proprietário, foram furtadas 20 caixas de cerveja, 12 energéticos, 3 pares de chuteiras novas, 20 latas de refrigerante, 10 fardos de energético, 6 bolas de futebol e R$ 200 do caixa. O comerciante estima que o prejuízo total dos roubos foi de R$ 2 mil.

“As coisas já estão difíceis por causa da pandemia e ele ainda roubava meus produtos. Toda vez que eu via, era um sentimento de impotência”, afirmou Kley.

O homem foi encaminhado à Polícia Civil e vai responder pelos furtos. Ele permanece preso.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT