Homem é preso pela Polícia Civil após pagar R$ 10 a menino de 11 anos em troca de sexo

PUBLICIDADE

Criança contou caso a professores, que acionaram polícia; ele confessou crime e vai responder por estupro de vulnerável.

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta quinta-feira (19) um padeiro de 56 anos por ter oferecido R$ 10 a uma criança de 11 anos em troca de sexo oral, no Sol Nascente. O caso foi descoberto depois que o menino mencionou o abuso a professores.

O crime ocorreu na terça-feira da semana passada, segundo a polícia. O garoto tinha saído de casa a pedido do pai para fazer a entrega de um eletrodoméstico. No trajeto, foi abordado pelo indivíduo.

O abuso ocorreu dentro de uma casa próxima. Ao chegar à escola, o menino comentou ter conseguido o dinheiro de forma “muito suada”. Isso despertou a desconfiança dos professores, que acionaram a polícia.

PUBLICIDADE

A 19ª Delegacia de Polícia (P Norte) assumiu o caso e conseguiu identificar o suspeito. Em seu depoimento, o investigado confessou o crime. Com as provas reunidas, o delegado Thiago Peralva pediu a prisão preventiva, que foi concedida pela Justiça.

O Conselho Tutelar também foi acionado, e a criança está aos cuidados da família. “Não houve culpa do pai. Ele foi à delegacia, estava muito revoltado e abalado com a situação”, relatou o delegado. Ele vai responder por estupro de vulnerável e pode pegar até 15 anos de prisão, se condenado.

A detenção ocorreu no dia seguinte à data que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil. Entre 2020 e 2021, a Secretaria de Segurança Pública do DF registrou 830 casos desse tipo de crime.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP