Homem é preso por estupro de adolescente de 16 anos em Cordeirópolis, SP

PUBLICIDADE

Os pais afirmaram que foram avisados pela vítima sobre o ocorrido e que, ao se dirigirem ao local, depararam-se com o indivíduo que, questionado, negou a princípio o fato, mas que em dado momento teria consentido, ameaçado-os de morte e tentado escapar.

Pedidos de socorro ao longo da madrugada desta quinta-feira (26) levaram populares a acionarem a Guarda Civil Municipal, que acabou prendendo dois homens por, supostamente, ter estuprado uma adolescente de 16 anos e ter agredido e ameaçado os pais dela de morte no Jardim Progresso, em Cordeirópolis (SP).

Quando os GCMs Adauto, Freitas, Costa, Fábio, Marcos e Vilson chegaram no local, se depararam com a vítima acompanhada pelos genitores, que continham um dos suspeitos, um homem de 63 anos. Os pais afirmaram que foram avisados pela vítima sobre o ocorrido e que, ao se dirigirem ao local, depararam-se com o indivíduo que, questionado, negou a princípio o fato, mas que em dado momento teria consentido, ameaçado-os de morte e tentado escapar.

PUBLICIDADE

Mesmo diante das ameaças, o casal, que ainda foi agredido pelo homem, conseguiu contê-lo até a chegada da GCM. A garota teria confidenciado aos genitores que o detido e um outro morador teria mantido ela trancada dentro do imóvel desde as 19h de quarta-feira (25), onde teriam-na obrigado a ingerir bebida alcoólica e a fazer uso de crack. Teria dito também que, em dado momento, o agressor contido teria forçado-a a fazer sexo oral.

Mesmo contra a vontade dela, o fato teria sido consumado. Ela teria relatado, ainda, que por volta das 04h um dos indivíduos teria saído de casa para comprar mais drogas e a teria deixado com o detido, que teria novamente investido contra ela , a fim de estuprá-la novamente.

Diante de sua recusa, o homem teria partido para as agressões desferindo socos em seu rosto e agarrando-lhe pelos cabelos. Após esta nova investida, a vítima, percebendo que o agressor teria se distraído, teria conseguido abrir uma janela, gritado por socorro, saído do local e corrido até a residência dos seus genitores.

A GCM deu voz de prisão ao suposto agressor e após um período de buscas, conseguiu prender o outro indivíduo, um homem de 42 anos. O homem apontado pela vítima como autor do suposto estupro permaneceu preso à disposição da justiça. Já o outro indivíduo foi ouvido e responderá em liberdade.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP