Homem é preso por fingir ser delegado e extorquir comerciantes em SP

Ele utilizava um distintivo da Polícia Civil e simulacros de armas de grosso calibre para enganar as vítimas.

Um homem foi preso em Cajamar, na região metropolitana de São Paulo, por fingir ser um delegado e extorquir comerciantes na Santa Ifigênia, bairro no centro da capital paulista. O indivíduo, identificado apenas como “Roberto” e que tem entre 35 e 40 anos, estava em casa no momento em que policiais o detiveram.

Por meio de uma viatura, ele foi encaminhado ao Palácio da Polícia Civil, também no centro de São Paulo. O homem se diz inocente e afirma que tudo não passa de um grande equívoco. Porém, segundo o delegado Sérgio Ricardo da Silva, da 2ª Delegacia Anti-Sequestro, o detido já agia há vários meses e tinha passagens criminais pelo mesmo tipo de delito.

ÁGIL DPVAT

A Polícia Civil começou a apurar o caso há cerca de três meses, após ser acionada por comerciantes. Posteriormente, os investigadores descobriram então que o acusado ia até os estabelecimentos e ameaçava fechá-los, devido à pandemia, se não lhe fosse entregue grandes quantias de dinheiro.

Com o objetivo de fazer com que as vítimas pensassem estar diante de um delegado, o homem utilizava um distintivo da Polícia Civil, arma de pressão e até mesmo simulacros de vários armamentos de grosso calibre. Agora, ele deve permanecer detido por pelo menos 30 dias, até que o inquérito seja fechado.

clique na imagem e saiba mais