Homem mata a ex-mulher na frente dos filhos em São Paulo

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Segundo parentes da vítima, cabeleireiro não aceitava o fim do casamento. Crime ocorreu na noite de segunda (9) na Zona Sul e foi registrado como feminicídio.

Por Rafael Ihara e Giba Bergamin, Bom Dia SP — São Paulo

Um homem foi preso acusado de balear e matar a ex-mulher na frente dos dois filhos dela, na madrugada desta terça-feira (10), na Zona Sul de São Paulo. Segundo a polícia, ele não aceitava o fim do casamento.

O cabeleireiro Rafael Augusto de Souza, de 28 anos, foi indiciado por feminicídio, que é uma qualificadora do crime de homicídio, no qual o assassinato é cometido contra a mulher, motivado pelo fato de ela ser do gênero feminino. O caso foi registrado no 47º Distrito Policial (DP), do Capão Redondo.

Taynara Cristina dos Santos tinha 31 anos e estava separada de Rafael havia nove meses. Os dois tinham ficado juntos por três anos, mas segundo testemunhas, a vítima era constantemente agredida pelo homem.

Parentes contaram que Tayanara chegou a registrar cinco boletins de ocorrência contra Rafael pelas agressões e ameaças, mas isso não impediu que o agressor voltasse a bater na vítima.

“Viva com ele por ameaça”, disse à reportagem uma testemunha, que, por questões de segurança, preferiu não se identificar.

O crime

Segundo a polícia, por volta da 0h de segunda, Rafael foi à casa de Tayanara tentando reatar o relacionamento, mas os dois discutiram.

Familiares relataram que o ex-marido da vítima então sacou a arma e apontou para um dos filhos dela, que tem 10 anos de idade. Segundo as testemunhas, quando o homem ia apertar o gatilho para atirar no menino, a mãe dele entrou na frente e foi atingida no peito pelo disparo.

Tayanara ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital do M’Boi Mirim.

Uma hora após fugir, Rafael se entregou à polícia. “Ele resolveu se entregar”, disse à reportagem o sargento da Polícia Militar (PM), Paulo Proença.