Homem procurado por suspeita de matar o irmão na Bahia é preso em operação contra o tráfico de drogas em SP

Além dele, outros dois foram presos em flagrante por suspeita de venda de entorpecentes. Ação ocorreu na tarde deste sábado (17) e o caso foi registrado na delegacia da cidade.

Um homem, de 30 anos, procurado por suspeita de matar o próprio irmão na Bahia, foi preso neste sábado (17) durante uma operação contra o tráfico de drogas em Arujá (SP).

De acordo com a polícia, havia um mandado de prisão preventiva expedida contra ele em 2019. Além dele, outros dois suspeitos de envolvimento com a venda de entorpecentes foram presos em flagrante.

A prisão ocorreu na Estrada dos Índios, na Chácara Copaco. Os policiais militares relatam que foram ao terreno após receber uma denúncia de tráfico de drogas. Durante a busca, foram informados que dois homens, que estavam próximos ao endereço, tinham fugido ao ver a viatura se aproximando.

Após uma patrulha, um deles foi localizado. Segundo a polícia, o suspeito chegou a dar um nome falso, mas acabou se identificando. O homem teria confessado que era procurado pela Justiça por ter matado o próprio irmão com uma faca, em 2016, na Bahia.

Além dele, outros dois foram presos na mesma ação. Eles foram vistos dentro do terreno, que seria utilizado para a venda de entorpecentes. Ao ser questionado, inicialmente, um deles teria dito que estava no local aguardando o proprietário e que tinha interesse em alugar o espaço.

No entanto, o portão estava fechado e o homem não conseguiu explicar o motivo. Segundo o histórico da ocorrência, ele ficou ainda mais nervoso quando os agentes disseram o motivo da visita.

O suspeito então teria admitido que era responsável pelo espaço e que estava dormindo no local. Ele também mostrou um recipiente de plástico onde foram encontradas diversas drogas.

Foram apreendidos, segundo a polícia, oito tijolos de maconha, porções de cocaína, uma balança de precisão, duas munições calibre 38, quatro placas e documentos de veículos, além de R$ 356.

Ainda conforme informações da PM, o homem que era procurado pela polícia da Bahia pode estar envolvido com a venda de drogas no terreno. Todos foram levados à delegacia de Arujá.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT