Homem que rasgou notas de carnaval é preso por suspeita de integrar quadrilha que ataca bancos em SP

Segundo a polícia, Tiago Tadeu Faria era conhecido por ‘Gianechini’ e teria participado de madrugada de terror em Botucatu, no interior do estado, em julho.

Policiais de delegacia de Roubos a Bancos prenderam na noite desta sexta-feira (11), na Zona Norte de São Paulo, Tiago Tadeu Faria, conhecido por “Gianechini”.

Ele é o ex-integrante da escola de Samba Império de Casa Verde que invadiu a apuração e rasgou as notas dos jurados no carnaval de 2012. Segundo a Policia Civil, Tiago é suspeito de participar de ataques a bancos no interior de São Paulo.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com a polícia, ele teria atacado com explosivos agências do Banco do Brasil (BB) em Ourinhos e Botucatu, também é suspeito de atacar o BB no Rio Grande do Norte em 2017 e de explodir uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) em 2018.

Em Botucatu, Tiago teria participação nos ataques de uma quadrilha com 40 homens contra agências, em uma madrugada de terror na cidade. A ação terminou com um homem morto e dois policiais militares feridos.

Em junho, a polícia apreendeu cerca de 200 quilos de explosivos no bairro da Casa Verde, num endereço mantido por Tiago. Tiago foi levado para o prédio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).