Homem se entrega à Polícia após matar ex-namorada e companheiro dela a tiros no litoral de SP

Ele estava desaparecido desde o dia do crime, quando foi visto por testemunhas saindo armado da residência após disparos.

O homem acusado de matar a ex-namorada e o companheiro dela a tiros em Iguape, no litoral de São Paulo, se entregou à Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (9). Ele desapareceu após o crime, deixando a arma usada com o proprietário de um sítio afirmando que iria se matar, indo embora em direção a um região de mata.

O crime aconteceu no dia 20 de setembro, em uma casa no bairro Rocio, onde estavam as vítimas Sonia Aparecida Pires Medeiros, de 37 anos, e seu atual namorado, Elielson Bezerra de Moraes, de 32 anos. Além dos dois, um adolescente de 15 anos, filho de Sonia, foi atingido de raspão no pescoço por um dos disparos, mas foi atendido e passa bem.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com informações, o ex-namorado de Sonia, o pescador Marivaldo Cordeiro, de 56 anos, invadiu a residência por volta de 12h. Armado, ele disparou dezenas de vezes contra o casal, que chegou a correr para um dos quartos da residência tentando se salvar, mas não conseguiu.

O adolescente foi atingido de raspão no pescoço e se trancou no banheiro, sendo seguido por Marivaldo. O pescador disparou mais duas vezes dentro do cômodo através da janela, mas não conseguiu atingir o menino novamente. Em seguida, o criminoso fugiu.

Sonia Aparecida Pires Medeiros foi morta a tiros pelo ex-namorado dentro de sua residência — Foto: Reprodução/Facebook

Se entregou à Polícia

Após passar 19 dias foragido, Marivaldo Cordeiro, de 56 anos, se entregou à Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (9). Ele compareceu à Delegacia de Iguape com dois advogados, sendo encaminhado à Cadeia Pública de Registro.

Marivaldo foi visto pela última vez no dia do crime, pelo proprietário de um sítio, quando entregou a arma usada no crime ao desconhecido e sumiu em direção à mata, afirmando que iria se matar. As polícias Militar e Civil organizaram operações de buscas na região da mata que ele entrou, além de investigações com familiares do autor do crime, mas ele não havia sido encontrado.

Ele foi indiciado pelos dois homicídios consumados e pela tentativa de homicídio do adolescente de 15 anos. De acordo com a Polícia Civil, ainda falta ouvir testemunhas e os resultados de alguns laudos estão sendo aguardados para a conclusão do inquérito, que deve ocorrer na semana que vem.