Homem tem moto arrastada por 32 quilômetros e fica pendurado em cabine de caminhão após acidente em SC; Veja o VÍDEO

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta com placas de Camaquã (RS) colidiu na traseira da motocicleta, que ficou engatada ao para-choque.

Duas pessoas ficaram feridas após um acidente envolvendo uma moto e uma carreta na BR-101, no km 106, sentido Sul, no município de Penha, no Litoral Norte catarinense, na tarde de sábado (6). Após a colisão traseira, a moto foi arrastada por 32 quilômetros. O motociclista, de 49 anos, chegou a ficar pendurado na porta da cabine na tentativa de fazer o motorista parar e interromper a fuga. A passageira sofreu ferimentos graves.
 
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta com placas de Camaquã (RS) colidiu na traseira da motocicleta, que ficou engatada ao para-choque. A passageira, de 47 anos, sofreu sofreu traumatismo craniano e ficou caída no local do acidente. Ela foi atendida por uma equipe da concessionária que administra a rodovia e encaminhada para um hospital da região.
 
O caminhoneiro não parou para prestar socorro às vítimas e seguiu dirigindo pela rodovia. Ainda de acordo com a PRF, segundo o relato do condutor da moto aos agentes, ele subiu na cabine da carreta e ficou pendurado na porta, tentando fazer o motorista parar, mas sem sucesso.
 
A carreta seguiu até Balneário Camboriú. Durante o percurso, o motorista chegou a colidir em outros carros. O motociclista sofreu ferimentos leves. Ele foi levado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. O caminhoneiro, de 36 anos, fez o teste com bafômetro com resultado negativo. A PRF informou que ele exibia visíveis alterações da capacidade psicomotora causado por alguma substância entorpecente.
 
O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Balneário Camboriú, onde vai responder pelos crimes de fugir do local do acidente sem prestar socorros às vítimas e de dirigir com a capacidade psicomotora alterada.
 
 
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT