Hospital veste bebês prematuros de super-heróis e surpreende pais

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp

Em muitos hospitais, a realidade é cruel, os pais não recebem apoio nem atenção, o que torna a situação ainda mais complicada.

Ter um filho prematuro não é nada fácil. São muitos dias praticamente vivendo dentro de um hospital, esperando ansiosamente pela melhora da criança para poder levá-la para casa, longe de aparelhos e visitas de médicos a todo momento.

É complicado para os pais verem seus bebês recém-nascidos lutando pela vida, precisando tomar remédios e, em alguns casos, dependendo de aparelhos para se manterem estáveis.

Toda esta situação causa uma grande angústia na família, especialmente quando as crianças têm que ficar um longo período de tempo no hospital.O desgaste físico, mental e emocional dos pais ao enfrentarem essa realidade é verdadeiro, e toda a ajuda que recebem das pessoas ao seu redor é bem-vinda.

Em muitos hospitais, a realidade é cruel, os pais não recebem apoio nem atenção, o que torna a situação ainda mais complicada. No entanto, em outros, pais e filhos são tratados com todo amor, carinho e dedicação, e existe um esforço coletivo para que todo o lado negativo seja minimizado.

Um desses hospitais, que realmente trabalha para o bem da família, é o Hospital St. Luke, do Kansas, nos Estados Unidos.

Compreendendo a fase difícil vivida por aqueles que têm seus bebês internados, os funcionários decidiram organizar uma surpresa muito especial para o Halloween, uma data muito popular para os norte-americanos.

Os pais escolheram as fantasias que acreditavam que mais combinavam com os seus filhos, a pedido dos funcionários do hospital, que não revelaram nada sobre a surpresa de Halloween. Uma vez escolhidas as roupinhas, voluntários trabalharam para produzir todas elas de forma artesanal, e foi assim que os pais desses bebês sobreviventes puderam vê-los transformados em incríveis super-heróis, borboletas e outras personagens adoráveis, trazendo mais alegria, amor e esperança para os seus corações.

Os pais também receberam um cartão de “doces ou travessuras” com as minúsculas pegadas dos recém-nascidos, uma abóbora de crochê cheia de guloseimas e um livro de Halloween para lerem para seus filhos.

Helen Ransom, fotógrafa responsável por registrar esse dia tão especial, disse que fazer fotos de bebês prematuros na câmera é uma das suas formas favoritas de se voluntariar:“Ver os olhos dos pais se iluminarem durante um período que pode ser tão difícil e desgastante é incrível.”

Essa foi uma iniciativa incrível do hospital, que com certeza alegrou os corações dos pais e trouxe um sentimento de esperança. Confira algumas fotos abaixo.