IBGE: Desemprego cai, mas ainda atinge mais de 12 milhões de brasileiros

Taxa de desemprego foi puxada pelo aumento do trabalho informal ou por conta própria e pelo número de pessoas que trabalham menos horas do que gostaria.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira (30) que a taxa de desemprego no Brasil caiu para 11,9% no trimestre encerrado em setembro. Apesar de ser o menor índice do ano, 12,5 milhões de brasileiros continuam desempregados. Esta é sexta queda mensal seguida de desemprego registrada no ano.

Agora, o número de pessoas desempregadas é 3,7% menor que o registrado no trimestre encerrado em junho. Isso significa uma diminuição de 474 mil pessoas sem emprego. Em relação com o mesmo trimestre do ano passado, a população desocupada caiu 3,6%.

O número recorde de quase cinco milhões de pessoas que desistiram de procurar emprego ficou estável em relação ao trimestre anterior. Na comparação com o mesmo trimestre de 2017, porém, houve alta de 12,6%.

Os dados do IBGE mostram que a queda da taxa de desemprego foi puxada pelo aumento do trabalho informal ou por conta própria e, também, pelo número de pessoas que trabalham menos horas do que gostariam.

A categoria dos trabalhadores por conta própria, que chega a 23,5 milhões de pessoas, cresceu 1,9% em relação ao trimestre anterior e aumentou 2,6% em relação ao mesmo período de 2017.

O rendimento médio real do trabalhador foi estimado em R$ 2.222 no trimestre encerrado em setembro, apresentando, segundo o IBGE, estabilidade frente ao trimestre anterior (R$ 2.229) e também na comparação com 1 ano antes, quando era de R$ 2.208.

Com a colaboração de Juliana Gonçalves, reportagem, Marquezan Araújo


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP