Idosa é mantida em cárcere privado por corretor de imóveis em Piracicaba, SP

Suspeito prendeu a vítima no corredor na casa e a proibia de tomar remédios e de se alimentar; diz Guarda Civil; homem foi preso em flagrante nesta sexta-feira (7).

Uma idosa de 63 anos foi mantida em cárcere privado durante 20 dias, em Piracicaba (SP), por um corretor de imóveis aposentado, conhecido da vítima. A mulher foi encontrada pela Guarda Civil debilitada e sem partes das roupas no corredor de uma residência em condições insalubres, na noite desta sexta-feira (7). O homem foi preso em flagrante. A perícia técnica esteve no local.

O espaço onde a vítima era mantida presa tem cerca de um metro de largura por cinco de comprimento. No local, havia lixo, jornais, cobertores e objetos pelo chão. Segundo a corporação, o suspeito, de 52 anos, que afirmou ser corretor de imóveis, a proibia de tomar medicamentos e não a alimentava.

Corretor de imóveis manteve mulher em cárcere privado por 20 dias em Piracicaba (Foto: Guarda Civil de Piracicaba)

A Guarda Civil informou que recebeu a denúncia do caso pela mãe da vítima, que já tinha ido outras vezes à residência, no bairro Piracicamirim, para tentar libertar a filha. Mas, era proibida de entrar ou conversar com a mulher.

clique na imagem e saiba mais

O homem usava um tapume de madeira para impedir a passagem da vítima as outros cômodos da casa. A mulher contou à Guarda Civil que foi abordada pelo suspeito perto de uma igreja, na Avenida Rio das Pedras, quando saída do culto religioso. Como já eram conhecidos, a idosa não desconfiou da atitude do homem.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.