IMAGENS FORTES — Fotógrafo que morreu após infecção na pele postou luta contra a doença: “confesso que já não suporto mais”

Três dias antes de morrer, Muniz fez um post dizendo que estava na “hora de fazer os curativos”. Ele ainda usou as redes sociais para pedir ajuda financeira a seus amigos para conseguir comprar botinhas de unna, que iriam auxiliá-lo no tratamento.

O fotógrafo Gustavo Muniz, de 42 anos, que morreu em Araras (SP), na terça-feira (18), após complicações causadas por uma erisipela bolhosa, um tipo de infecção bacteriana na pele, enfrentava a doença desde o início deste ano e chegou a compartilhar sua luta por melhoras nas redes sociais.

O sepultamento dele ocorreu na manhã desta quarta (19), no Cemitério Municipal. Em 12 de maio, Muniz fez um post público sobre sua luta contra a doença.

Escrevo esse texto aos prantos. Lágrimas de dor mesmo, dores das lesões causadas pela Erisipela Bolhosa. Desde janeiro venho lutando contra essa doença e nesse momento (há quase 2 meses) está na fase mais cruel. Já fiquei internado 21 dias para recuperar de insuficiência renal e cardíaca, já foram 4 tipos de antibióticos administrados. Teve também benzedeira e todo tipo de ajuda possível, mas nada da cura ainda… sigo tentando esquecer da dor, mas confesso que já não suporto mais”, escreveu nas redes sociais.

No sábado (15), três dias antes de morrer, Muniz fez um post dizendo que estava na “hora de fazer os curativos”. Ele ainda usou as redes sociais para pedir ajuda financeira a seus amigos para conseguir comprar botinhas de unna, que iriam auxiliá-lo no tratamento.

“Hora de fazer os curativos! Pessoal, quem puder me ajudar financeiramente pra comprar as botinhas de unna, agradeço imensamente. Serão usadas 2 unidades semanalmente, 8 no mês. Elas irão me ajudar na fase final de cicatrização. Serão gastos em média, mais 300 reais mensais para as botas”, escreveu nas redes sociais.
Fotógrafo de Araras ficou com as pernas comprometidas por conta de erisipela bolhosa — Foto: Reprodução/Facebook

Erisipela bolhosa

erisipela é uma infecção de pele causada por bactérias, mas outros microrganismos também podem estar envolvidos.

Já a erisipela bolhosa é um tipo de erisipela mais grave, em que a bactéria penetra na pele através de feridas ou lesões. Esse tipo de erisipela afeta camadas mais profundas da pele, podendo, em alguns casos, provocar complicações e afetar a camada gordurosa ou até os músculos.

 

Artigos Relacionados

Prefeitura Municipal abre licitação para revitalização do Parque Fábio da Silva Prado em Araras, SP

 A Prefeitura Municipal de Araras (SP) anunciou a abertura de uma licitação para a contratação...

Agradecimento nas Redes Sociais: Paciente elogia atendimento na UPA 24h de Araras, SP

A Rede de Serviços de Saúde da São Leopoldo Mandic assumiu em 18 de março...

BOMBA: Partido Novo é destituído em Araras e Ivan Zurita fica sem sigla para disputa eleitoral

Com a destituição, o futuro político de Ivan Zurita e dos pré-candidatos do Partido Novo...

Últimas Notícias