Indivíduo envolvido na morte de mulher grávida de 8 meses em bar é preso no interior de SP

Indivíduo envolvido na morte de mulher grávida de 8 meses em bar é preso no interior de SP

Crime aconteceu em novembro do ano passado. Dupla chegou em uma moto no bar e efetuou os disparos; cinco deles atingiram um homem de 36 anos que também morreu e seria o alvo dos criminosos. Polícia prendeu o suspeito de dirigir a moto usada na fuga.

Um dos envolvidos no assassinato de Carla Silva de Moraes, de 25 anos, que estava grávida de oito meses e morreu após ser atingida por um tiro em um bar na zona sul de Marília (SP) em novembro do ano passado, foi preso nesta quinta-feira (22) em Bauru (SP). O alvo dos criminosos eram um homem de 36 anos, que também foi morto.

De acordo com a polícia, o suspeito de 25 anos, que estava foragido e com prisão temporária decretada, é apontado como o condutor da motocicleta usada na noite do crime.

O delegado Luís Marcelo Perpétuo Sampaio informou que ainda há dois mandados de prisão temporária para serem cumpridos e a conclusão do inquérito depende da chegada de laudos do instituto de criminalística de São Paulo.

Após a prisão, o acusado foi interrogado, mas preferiu manter o direito de falar em juízo.

Carla Silva de Moraes morreu baleada em bar de Marília (SP) — Foto: Facebook/Reprodução

Entenda o caso

Carla estava em um bar com o marido na noite do dia 25 de novembro do ano passado quando dois homens em uma motocicleta chegaram ao local disparando contra a outra vítima, Manoel da Silva Barreto, de 36 anos, e um dos disparos acabaram atingindo Carla.

Segundo informações da polícia, a bala atingiu a jovem no pescoço. Ela foi socorrida primeiramente pelo marido, que a levou para o carro do casal estacionado em frente ao estabelecimento enquanto aguardavam a chegada da ambulância.

A vítima foi então socorrida e levada para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas, mas ela e o bebê não resistiram. O parto da criança estava agendado para o dia 20 de dezembro de 2020.

Ainda segundo os policiais, Manoel, que morreu no local, estava no bar com a esposa e conversava com Carla e o marido quando o atirador chegou. O homem estava na garupa da moto e foi em direção a Manoel.

Ao ser atingido por um dos tiros, Manoel correu para dentro do bar e quando já estava caído o suspeito efetuou mais disparos. A vítima foi atingida por pelo menos 5 tiros no tórax, costas e braços, conforme informado pela polícia. Depois do crime, a dupla fugiu na motocicleta.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT