INDÚSTRIAS DE ARARAS/SP REGISTRAM SALTO DE CONTRATAÇÕES EM ABRIL

????????????????????????????????????

Araras novamente recupera empregos, fechando o mês de abril com saldo positivo; relatório do Caged mostra que setor fez cinco vezes mais admissões que em abril

O setor da indústria em Araras gerou cinco vezes mais empregos em abril, se comparado a março deste ano. O saldo de empregos com carteira assinada no mês foi de 457, resultado de 659 admissões e 202 demissões. Em março o saldo do setor na cidade havia sido +85. Os dados são do Caged (Cadastro de Empregados e Desempregados), divulgados pelo Ministério do Trabalho e mostram também que a cidade registrou saldo positivo de +246, na somatória de todos os setores analisados – com 1.227 contratações e 981 demissões.

O balanço positivo da cidade vem sendo registrado nos dois meses anteriores também, em fevereiro o saldo de empregos da cidade foi +41 e em março +111. Fenômeno a ser comemorado se comparado o desempenho de Araras com cidades da região, já que apenas Cordeirópolis, Leme e Limeira conseguiram saldo gerar mais empregos que demissões no mês passado, +34, 116 e 228 respectivamente, enquanto negativaram Conchal (-28), Pirassununga (-32) e Rio Claro (-177).

Entretanto em relação aos demais setores analisados, os números não são animadores, já que todos registraram saldos negativos no mês. O pior desempenho foi da construção civil, que fechou 141 postos de trabalho com carteira assinada – demitindo 198 pessoas e contratando apenas 48.

clique na imagem e saiba mais

Na sequencia aparece, o comércio com saldo negativo de -34, com 200 admissões e 234 demissões. O terceiro logar foi registrado na agropecuária com 89 demissões contra 72 admissões e saldo de -17. Serviços ficou com saldo de -14 (247 contratações e 261 demissões).

A retração afetou inclusive setores geralmente se mantem estáveis mês a mês como: a extrativa mineral (-2), administração pública (-2) e indústria de utilidade pública (-1) .

Na região

A tendência de recuperação e geração de empregos foi percebida em outra três cidades da região, Cordeirópolis que contratou 207 e demitiu 173, Leme que admitiu 578 pessoas e desligou 462 e Limeira que gerou 2.314 vagos e fechou outras 2.086. Rio Claro, em compensação foi a cidade da região que mais demitiu (1.996), seguida de Pirassununga que registrou 461 desligamentos e por último Conchal que demitiu 114 profissionais com carteira assinada.

No acumulado do ano, Araras também está com saldo positivo(+363) – diferença entre 4.465 contratações e 4.102 demissões. Já no acumulado dos últimos 12 meses, o resultado ainda não é tão favorável – com perda de 12.376 postos de trabalho formais e 11.516 admissões, gerando um saldo negativo de -860 e variação de -2,47%.

Brasil registra criação de 59,8 mil empregos formais em abril

Com a retomada da economia, o mercado de trabalho já dá os primeiros sinais de recuperação no país. Em abril, 59,8 mil vagas formais foram criadas – esse foi ainda o primeiro resultado positivo para abril desde 2014. Os dados fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados pelo Ministério do Trabalho.

No mês passado ocorreram 1,14 milhão de admissões e 1,08 milhão de desligamentos, ou seja, o país contratou mais do que demitiu. Em abril do ano passado, o mercado de trabalho formal tinha registrado a perda de 62.844 postos de trabalho.

O setor de serviços foi o que registrou melhor desempenho, com um saldo de 24,7 mil contratações; seguido pela agropecuária (14,6 mil); indústria de transformação (13, 7 mil); e comércio (5,3 mil).

Os dados mostram ainda que embora tenha apresentado saldo negativo no mês passado (-1,7 mil postos de trabalho), a construção civil teve um desempenho melhor que o de abril de 2016, quando perdeu 16 mil vagas.

No setor de serviços, foram abertos 24.712 postos de trabalho em abril, seguido pela agropecuária, com saldo positivo de 14.648 vagas. Na indústria de transformação foram criadas 13.689 vagas, enquanto o comércio ganhou 5.327 empregos. Na administração pública, houve criação de 2.287 postos de trabalho. Por fim, o setor de extração mineral abriu 263 vagas.

Por região

O saldo positivo de 59.856 vagas de emprego formal em abril se concentrou no Centro-Sul do País. A Região Sudeste registrou a abertura de 46.039 postos de trabalho no mês passado, seguido pelo Centro-Oeste, com 10.538 vagas criadas. Na Região Sul, houve um saldo positivo de 5.537 empregos. Já na Região Norte, houve um fechamento de 1.139 vagas em abril, enquanto no Nordeste o saldo foi negativo em 1.119 vagas.

Dentre os Estados, São Paulo liderou a criação de empregos no mês, com 30.227 vagas, seguido por Minas Gerais (14.818), Bahia (7.192), Goiás (7.170) e Paraná (6.742). Já Alagoas perdeu 4.008 postos de trabalho e foi a Unidade da Federação com maior fechamento de vagas, seguido por Rio Grande do Sul (3.044) e Rio de Janeiro (2.554).

Evolução do emprego em Araras em abril

Setor contratou demitiu diferença evolução/queda

Ind. Extrativa Mineral 0 2 -2 -5%

Indústria 659 202 457 3,61%

Comércio 200 234 -34 -0,48%

Serv. Ind. Utilidade Pública 0 2 -2 -0,68%

Serviços 247 261 -14 -0,14%

Construção Civil 48 189 -141 -8,60%

Agropecuária 72 89 -17 -0,93%

Administração Pública 0 2 -2 -0,68%

Total 1.256 1.145 111 0,33%

(Fonte: Caged/Ministério do Trabalho)

Resultado mês a mês em 2017

Mês Saldo

Janeiro -32 vagas

Fevereiro +41 vagas

Março +111 vagas

Abril +246 vagas

Empregos em Araras e cidades vizinhas em abril

Cidade Saldo

Araras +246

Conchal -28

Cordeirópolis +34

Leme +116

Limeira +228

Pirassununga -32

Rio Claro -177

(Fonte: Caged/Ministério do Trabalho)