Inflação para famílias pobres fica em 0,71% em outubro

Por Rádio Agência Nacional – Depois de quatro meses em trajetória de alta, a inflação para as famílias que ganham até 2,5 salários mínimos por mês, caiu 0,71% em outubro. Ficou abaixo da taxa de 0,89% registrada em setembro.

A queda do Índice de Preços ao Consumidor Classe 1, no mês passado, foi influenciada pela redução nos preços dos aparelhos telefônicos celular, passagens aéreas, gasolina, laticínios e alimentos para animais domésticos, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira (06), pela Fundação Getulio Vargas.

Já a pressão para cima do indicador veio principalmente com a alta das consultas médicas e de dentistas, das tarifas de telefone residencial e dos preços das roupas.

Apesar da queda da taxa de setembro para outubro, o IPC-C1 ainda está acima do Índice de Preços ao Consumidor Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e que registrou taxas de 0,65% em outubro e de 4,38% em 12 meses. Neste ano, o IPC C1 acumula inflação de 3,86% e em 12 meses, de 4,54%.

clique na imagem e saiba mais