Influencer é liberado após agredir esposa e espancar cachorro no litoral de SP

PUBLICIDADE

Homem é investigado, entre outras coisas, por falsidade ideológica.

O influenciador digital de 33 anos suspeito de manter a ex-esposa em cárcere privado e de maus tratos a animais que foi preso em flagrante após policiais encontrarem ampolas de anabolizantes e documentos falsos na casa dele em Praia Grande, no litoral de São Paulo, foi solto e responderá em liberdade. O suspeito responde, entre outras coisas, por falsidade ideológica.

Segundo informações da delegada Lyvia Cristina Bonella, que acompanha o caso, o influencer foi solto durante audiência de custódia e responderá em liberdade. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), ele é investigado por sequestro e cárcere privado, falsificação de produto terapêutico ou medicinal e falsificação de documento público, além de falsa identidade.

Bonella acrescenta que uma testemunha se apresentou na delegacia informando ter recebido mensagens do influencer via WhatsApp pedindo que guardasse uma bolsa com uma arma de fogo verdadeira, 11 munições e dois distintivos da Polícia Civil. Mais tarde, a bolsa teria sido entregue na unidade policial pelo próprio suspeito, que é investigado.

Influencer digital

A delegada à frente do caso também afirmou que a profissão oficial do suspeito é investigada, já que nas redes sociais ele se apresenta como treinador, psicólogo e psicoterapeuta do emagrecimento, mas possuía distintivos policiais. Segundo Lyvia, o influencer não é policial porque não consta registro dele no sistema de cadastro da polícia. A origem dos distintivos também é investigada.

PUBLICIDADE

No perfil em uma das redes sociais, que acumula mais de 27 mil seguidores, o influencer compartilha publicações com dicas para treinos de ginástica e fotos exibindo o corpo.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP