Influenciadora é agredida por vizinhas por usar short curto no condomínio onde mora em SP

Ameaças e agressões teriam começado por causa do estilo das roupas usadas por Ayarla, que também é dançarina e produz conteúdo para plataformas de vídeo. 

A influenciadora digital Ayarla Souza, de 22 anos, afirma ter sido agredida por vizinhas. O fato ocorreu no condomínio em que mora, em Arujá (SP), por usar short curto. Segundo a jovem, que vive no residencial há apenas duas semanas, as agressões ocorreram na última sexta-feira (16). No entanto as ameaças começaram no dia anterior.

Influenciadora agredida

As supostas agressoras ainda teriam criado um grupo de moradores em uma rede social. Logo depois compartilharam fotos com xingamentos e acusações de que ela seria garota de programa. Ayarla, no entanto, explica que divide a mansão com amigos influenciadores. Onde frequentemente produzem vídeos com coreografias de músicas para internet.

No mesmo dia, a influencer registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal, ameaças e injúria na Delegacia de Arujá. A Secretaria de Segurança Pública informou que a unidade colheu o depoimento de todas as partes envolvidas. Posteriormente orientou a vítima quanto ao prazo de representação criminal. Diligências estão em andamento para esclarecer os fatos.

O advogado da vítima, Fábio Costa, informou que vai entrar com uma ação na Justiça contra as agressoras e o residencial. Do mesmo modo passou a impedir que ela receba visitas desde o ocorrido.

Condomínio

O condomínio informou que, por causa do feriado de Tiradentes, a administração não está presente para comentar o caso. Dessa forma e só poderá se manifestar nesta quinta (22). As supostas agressoras não foram encontradas para comentar o caso.

Os vídeos gravados pelos amigos da influenciadora mostram o momento em que ela é abordada pelas mulheres, que começam a agredi-la. As suspeitas puxam o cabelo da dançarina, que revida, até que dois seguranças aparecem para separá-las.

Após as agressões, Ayarla procurou atendimento médico. Um relatório emitido pelo profissional de saúde aponta que ela sofreu escoriações. Sendo no rosto, lesões nas unhas das mãos e inchaço no tornozelo direito. Dessa forma o que afetou o movimento da articulação.

Agredida por usar short curto

A Influenciadora agredida conta que as ameaças começaram na quinta-feira (16). Logo depois quando uma das vizinhas subiu no muro da casa dela para xingar os influenciadores que vivem no local. Em seguida, outra moradora do condomínio teria passado pelo imóvel proferindo agressões verbais.

Ameaças

No outro dia, a mulher voltou para a casa da jovem, dessa vez, acompanhada da filha. Elas iniciaram uma nova discussão por causa do estilo de Ayarla e do trabalho dela como influenciadora. Posteriormente até que as agressões começaram, de acordo com o relato da vítima.

A Influenciadora agredida diz que também teve acesso a um grupo de moradores, que teria sido criado pelas agressoras, em um aplicativo de conversas. Nas mensagens, fotos da influencer são compartilhadas com acusações de que ela seria “atriz pornográfica”.

Ayarla é da Paraíba e mora em São Paulo há três meses, desde que recebeu o convite de um empresário interessado em investir em sua carreira. Ela mora na mansão com outros oito produtores de conteúdo. Bem como cada um tem seu próprio canal, mas eles também gravam vídeos juntos sobre a rotina na mansão.

Redes Sociais

Atualmente, a jovem tem mais de 2 milhões de seguidores em uma rede social e seus vídeos somam quase 10 milhões de curtidas. De acordo com o advogado dela, mesmo que o material gravado fosse destinado ao público adulto, os vizinhos não teriam direito de impedir, desde que ela não os expusesse, ofendesse explicitamente ou perturbasse o sossego.

Logo depois do ocorrido, ele relata que o condomínio também passou a impedir que a influenciadora receba visitantes. Fábio ainda questiona o posicionamento do residencial, que acusa a jovem de estar usado a mansão para fins comerciais.

Fábio Costa afirma que devem entrar com uma ação cível, com pedido de indenização por parte da agressora. Em fim a vizinha que teria xingado Ayarla e os amigos também deve ser acionada judicialmente, bem como o condomínio.

Influenciadora agredida
Em conversa em grupo, supostamente criado pelas vizinhas, moradores fazem acusações contra Ayarla — Foto: Ayarla Souza/Arquivo Pessoal
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT