INSS inicia teste para realizar perícias médicas via telemedicina

De acordo com as informações oficiais do próprio INSS, perícia por telemedicina vai ser testada em 10 municípios.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou que vai começar os primeiros testes da chamada perícia por telemedicina. O assunto virou uma grande polêmica desde o início da pandemia e somente agora vai começar a passar pelos programas pilotos. Dez prefeituras participarão do teste.

Esses são municípios que, aliás,  possuem um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com o INSS. Por isso, eles foram escolhidos para fazerem parte deste teste inicial. A ideia é que tudo aconteça até o próximo dia 13 de abril deste ano de 2022. Logo depois desse prazo ainda não dá para saber o que vai acontecer.

Desde o início de 2022, aliás, a perícia médica deixou de acontecer de forma digital e voltou a ser presencial. Aliás, era assim que funcionava antes da pandemia. Só que com o novo avanço da Covid-19 a partir da sua variante ômicron, o INSS decidiu parar de forma temporária a realização dessas perícias médicas.

Como há um temor de que essa nova paralisação faça com que a fila de espera para o recebimento do Benefício por Incapacidade Temporária, eles decidiram agir. O presidente do INSS, José Carlos Oliveira, assinou uma portaria sobre o tema. Nela, ele abriu espaço justamente para essa experiência nas perícias médicas por meio da telemedicina.

A lista com as 10 cidades que irão receber esses testes iniciais também já passou por uma divulgação por meio do INSS. Os municípios são: Francisco Morato/SP; Minas Novas/MG; Vassouras/RJ; Santo Augusto/RS; Olhos D’Água das Flores/AL; Corrente/PI; Pedro Gomes/MS; Ji Paraná/RO; Lábrea/AM e Botas de Macaúbas/BA.

Ideia é expandir

O resultado desses testes vai portanto decidir o que vai acontecer nos próximos meses. Mas o objetivo do INSS é claro. Eles querem passar essa experiência para outras cidades do país o mais rapidamente possível.

“Hoje mais de 50% dos benefícios do INSS são afetos do benefício por incapacidade e essa ferramenta vai ao encontro do que está sendo feito no mundo, a telemedicina. Tenho certeza de que o piloto será exitoso e ampliado para os 5 mil e poucos municípios que temos no país”, disse o presidente do INSS.

Vale lembrar ainda que esses testes irão acontecer depois de pressão do Tribunal de Contas da União (TCU). O órgão já vem exigindo há um certo tempo que essas perícias aconteçam. O objetivo central é diminuir o tempo de espera na fila.

“A tarefa é extremamente digna, nobre, de poder oportunizar direitos àqueles que precisam. Isso é justiça social, respeito às pessoas, valorização da vida. Três conceitos fundamentais para que a gente tenha uma sociedade livre e democrática”, disse o Ministro da Previdência e do Trabalho, Onyx Lorenzoni.

Perícia do INSS

Como dito, a questão das perícias no INSS acabaram dando muita polêmica durante o último ano. Acontece portanto que essas análises médias ficaram paradas durante muito tempo justamente por causa da pandemia do novo coronavírus.

Isso, aliás,  acabou aumentando o tempo de espera. E para as pessoas que estão precisando desse benefício, qualquer dia que passa sem esse dinheiro faz muita diferença. Por isso portanto existe uma pressão para a resolução desse problema.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP