INSS suspende perícias do pente-fino após aumento de casos de Covid-19

A medida foi publicada no Diário Oficial da União na terça-feira (11) e passou a valer no dia 12 de janeiro.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu a realização de perícias revisionais ao auxílio-doença devido ao aumento do número de casos de Covid-19. A decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU) na terça-feira (11), passou a valer no dia 12.

A suspensão foi determinada pelo INSS e pela Subsecretaria da Perícia Médica Federal, considerando o “enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia do coronavírus (Covid-19)”.

A operação de pente-fino do INSS convocou, em agosto de 2021, 170 mil beneficiários do auxílio para fazer a perícia médica. Em setembro, foram convocados mais de 95 mil segurados para agendarem a perícia até o dia 11 de novembro.

Caso a perícia não fosse agendada no prazo determinado ou o beneficiário não comparecesse na data marcada, os benefícios eram suspensos. O pagamento poderia ser cortado de maneira definitiva depois de 60 dias da suspensão.

Segundo o comunicado, a suspensão não vale para “os casos de mutirões de realização de perícia médica que já estavam previamente programados e com viagens definidas no âmbito da Subsecretaria da Perícia Médica Federal”.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP