Instituto de Saúde de São Paulo abre inscrições para especialização em Saúde Coletiva

Curso capacita profissionais para atuar na gestão e atenção à saúde no SUS; prazo vai até dia 29.

Instituto de Saúde, unidade ligada à Secretaria de Estado da Saúde, abre inscrições para a turma 2020 do Curso de Especialização em Saúde Coletiva. Serão oferecidas 20 vagas para profissionais com até cinco anos da formação e estudantes que concluírem a graduação até dezembro de 2019.

A especialização é voltada para profissionais da saúde, exceto medicina, e áreas relacionadas. Os interessados podem realizar a inscrição até o dia 29 deste mês pelo site www.saude.sp.gov.br/instituto-de-saude. A primeira etapa do processo seletivo está prevista para 6 de dezembro de 2019. Os selecionados contam com bolsa mensal de R$ 1.044,70, fornecida pela Secretaria de Estado da Saúde.

O curso é presencial, com carga horária de 40 horas semanais e duração de um ano. O objetivo é capacitar profissionais para a prática profissional na gestão e na atenção no âmbito do Sistema Único de Saúde. Durante a formação, os alunos contam com aulas teóricas e desenvolvem trabalho de campo por meio de parcerias com municípios de São Paulo, participando da elaboração de planos e ações, sob supervisão de profissionais.

A Saúde Coletiva é uma área multidisciplinar que desenvolve pesquisas, programas e organiza de ações de saúde. Os profissionais especializados podem atuar tanto na área da assistência quanto na gestão de serviços.

“O curso forma profissionais críticos e sensíveis para as questões de saúde da população, não apenas competentes para entender os processos, mas éticos e compromissados com essas questões”, explica a Diretora do Núcleo de Formação e Desenvolvimento Profissional do Instituto de Saúde, Ausônia Donato, também professora no curso de Saúde Coletiva.

A aluna Camila Monson Tiossi, da turma de 2019, diz que as aulas contribuíram para aperfeiçoar seu olhar sobre gestão. “Eu saí de uma graduação em Serviço Social muito genérica, e vim para a especialização em Saúde Coletiva que dá um olhar muito mais amplo. Nós podemos fazer a parte prática com o olhar da gestão, além da teórica com o foco na saúde coletiva no sistema de saúde. É um curso diferenciado, foi ótimo e gostaria muito de fazer novamente”, diz.