Irmãos de 4 e 6 anos morrem afogados durante passeio em carroça

PUBLICIDADE

Quatro crianças estavam na carroça no momento do acidente.

Na tarde da última sexta-feira (29), dois irmãos, de 4 e 6 anos, morreram afogados após caírem com uma carroça no Canal do Sertão, no Sítio Riacho das Onças, zona rural de Senador Rui Palmeira, Sertão de Alagoas. As vítimas estariam passeando com outros dois primos, de 8 e 4 anos, nas margens do canal sem a supervisão de um adulto.

De acordo com informações oficiais, a carroça estava sendo puxada por um burro e a criança mais velha era o responsável por guiá-la. Foi informado que ele decidiu parar no meio do caminho para ajustar os arreios do animal. Foi nesse momento em que o burro se assustou e começou a correr sem ninguém para guiá-lo.

O outro menino de 4 anos acabou caindo da carroça ainda antes do acidente, já os irmãos, Sofia da Silva Caetano e Jadson da Silva Caetano, permaneceram nela até caírem no Canal do Sertão junto com o animal.

PUBLICIDADE

A casa das vítimas era cerca de 200m do ponto aonde o acidente ocorreu. O pai da criança correu até o local e resgatou o corpo de Sofia. Ela foi retirada do canal, mas já estava morta. Jadson foi levado pela correnteza junto com o burro.

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) foi acionado e esteve no local para tentar localizar o corpo da outra criança. As buscas duraram até às 21h, quando o corpo de Jadson foi encontrado. O animal também foi retirado do canal sem vida.

O pai das crianças que conseguiram escapar do acidente e tio das vítimas fatais comentou sobre o caso. “Meu menino de 8 anos saiu junto com o outro de 4 e os dois primos, que são filhos do meu irmão e da minha cunhada, irmã da minha mulher. Os quatro saíram e, segundo o meu menino, a besta, muito mansa que nunca deu trabalho nenhum, se espantou. Não sei se ele foi mexer com ela, alguma rédea ou alguma coisa, e ela correu, pegou o canal e os dois meus se salvaram por Deus, né. Um ta meio machucado, mas ta bem. O outro maiorzinho não teve ‘machucão'”, disse.

Segundo o tio de Sofia e Jadson, um de seus filhos está traumatizado e assustado. Ele disse ao pai que gritava para que a menina batesse os braços na água para nadar, mas ela não conseguia.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP